Početna – ThaiConsulate

Tips, Reviews, Recommendations

Quando A Bolsa Estoura O Beb Continua Mexendo?

Quando estoura a bolsa o bebê ainda se mexe?

2. Diminuição dos movimentos do bebê – No finalzinho da gravidez, o bebê pode se movimentar menos e você sentirá, por exemplo, menor intensidade dos chutes, Isso acontece, basicamente, devido à redução do líquido amniótico na bolsa, fazendo com que a barriga dê uma “murchada” e o bebê se movimente menos.

Como fica o bebê na barriga depois que a bolsa estoura?

37 semanas: tudo normal – Se a bolsa estourou e a mulher está com idade gestacional igual ou superior a 37 semanas, o feto está maduro e o nascimento se encaminha normalmente. De acordo com o médico, a clássica cena de filmes que retrata uma corrida ao hospital é infundada,

O que acontece se a bolsa estourar e eu não perceber?

A falta de quantidade suficiente de líquido amniótico pode comprometer a formação dos pulmões do feto, o que pode prejudicar a função respiratória e ocasionar até a morte.

Quando a bolsa estoura a barriga fica mole?

Quando o trabalho de parto começa, o colo do útero se abre (dilata). Os músculos do útero se contraem em intervalos regulares. Quando o útero se contrai, o abdômen fica duro. Entre as contrações, o útero relaxa e fica mole.

Quando a bolsa rompe dá vontade de fazer xixi?

Rompeu ou não rompeu a bolsa? Principalmente se você é mãe de primeira viagem, e está no final da gestação, deve estar ansiosa para saber como vai ser na hora em que a bolsa amniótica romper. Na maioria das vezes, o rompimento da bolsa provoca um vazamento tipo “enxurrada”.

Tem mulher que sente como se fosse um xixi descontrolado. Outras, dizem duvidar, devido à pequena quantidade de líquido que saiu. Mas, na verdade, o fato de haver uma perda de líquido não significa que a bolsa rompeu. Você sabia que a cabeça do bebê, quando está bem encaixada na região pélvica, pode funcionar como uma “tampa” à prova de grandes vazamentos? É por isso que pode acontecer o rompimento da bolsa e não haver muita perda de líquido.

Por outro lado, quanto mais avança a gestação, mais o bebê pressiona a bexiga, consequentemente, escapes de urina podem acontecer, confundindo a futura mamãe. Uma dica para diferenciar o líquido amniótico de urina é o cheiro característico de amônia ou água sanitária.

  • O importante mesmo é ficar atenta e sempre manter seu médico informado, principalmente se você estiver com menos de 37 semanas.
  • O obstetra tem de avaliar o que está acontecendo e, até mesmo, se há a necessidade de realizar o parto ou de aguardar mais tempo.
  • Se estiver com mais de 37 semanas, prepare suas coisas e as do bebê e vá para a maternidade.

Mas, calma! Tome seu banho com tranquilidade antes, pois na gestação do primeiro filho o parto costuma ser mais demorado para acontecer. : Rompeu ou não rompeu a bolsa?

É possível entrar em trabalho de parto antes de sair o tampão?

Quanto tempo levará para entrar em trabalho de parto depois que o tampão mucoso sair? – Como o tampão mucoso pode sair semanas antes do parto, não é possível saber com precisão quando esse processo começará. Consulte o seu médico se notar este tipo de corrimento, pois ele poderá confirmar e dizer o que fazer. Se caso perceba que ele já saiu, pode começar a organizar sua bolsa maternidade.

É possível entrar em trabalho de parto e não sentir nada?

Sinais e Sintomas do Trabalho de Parto – Obstetrícia – Dr. Wagner Rodrigues Hernandez Uma grande preocupação de uma mãe de primeira viagem é o medo de não conseguir perceber o trabalho de parto. Esse receio é natural, afinal a sensação não é parecida com nada que já viveram até aquele momento.

Muitas me perguntam, mas e se eu estiver dormindo? Posso não perceber? Na tentativa de tranquiliza-las comparo o trabalho de parto com uma “dor de barriga” por ter comido algo estragado. Geralmente, todo mundo nessa situação acorda a noite para fazer suas necessidades em tempo no banheiro. O trabalho de parto também costuma ser assim.

É fácil de reconhecer e dá tempo suficiente para chegar com calma à maternidade. Apesar de estar nos livros que existem sinais que anunciam a proximadade do parto, como a perda do tampão mucoso, contrações indololores mais frequentes ou a queda da barriga, isso não é uma regra. Para começar, deve ficar claro que não existe trabalho de parto sem contrações e sem algum grau de desconforto. As vezes é difícil para a gestante no ínicio do trabalho de parto determinar se o que ela está sentindo é ou não uma contração. O útero é um músculo que comporta se como qualquer outro músculo do corpo, ou seja, quando contrai fica inteiramente rígido, não deixando nenhuma área flácida.

  • Duração de aproximandamente 1 minuto.
  • Intervalo máximo entre uma e outra de pelo menos 5 minutos.
  • Geralmente vem acompanhada de algum grau de desconforto.

Para ter certeza, a melhor maneira é observar por pelo menos uma hora se as contrações obedecem essas 3 condições. Durante essa hora, uma boa dica é caminhar um pouco e tomar uma ducha quente nas costas para aliviar a tensão e a dor. Quanto a questão da dor, ela pode manifestar-se das mais variadas formas.

Desde dor nas costas a dores no pé da barriga. Fato é que as contrações do trabalho de parto obrigam a gestante a parar o que está fazendo ou faz com que ela acorde com elas durante a noite. Os pais e mães de primeira viagem devem saber que o trabalho de parto costuma demorar horas, o que confere ao casal tempo suficiente para chegar à maternidade.

Porém, com a progressão do trabalho de parto as contrações costumam ficar mais duradouras, com intervalos menores e maior grau de desconforto, sendo nessa fase maiores as chances da paciente precisar de analgesia e para isso o ideal é que ela já esteja na maternidade.

  1. Em relação a bolsa das águas, quando ela rompe a grávida pode perceber:
  2. Um líquido claro com aspecto de água de côco que escorre pelas pernas e pode até molhar o chão.
  3. Quando apresenta algum odor, costuma lembrar água sanitária.

Não para de sair mesmo após esvaziar a bexiga e após se secar. Por isso, se ela romper na aula de hidroginástica fique tranquila. A bolsa não esvazia toda de uma vez! Vale a pena saber que o trabalho de parto e a rotura da bolsa são fatores independentes, mas com uma intima relação.

Em gestações de termo, quando a bolsa rompe a maioria das pacientes costumam entrar em trabalho de parto na sequencia. Porém, o trabalho de parto pode ocorrer até o final sem a bolsa estourar, assim como a bolsa pode romper espontâneamente e a paciente não entrar em trabalho de parto. De qualquer maneira as duas situações obrigam a paciente a procurar o hospital e com muita calma.

As situações de alerta e que exigem agiliade por parte do casal são: Líquido com tom esverdeado, o que pode ser mecônio (fezes do bebê). Sangramento vivo semelhante à menstruação, geralmente associado a dor. Nem sempre é fácil perceber e ter certeza que se trata de trabalho de parto.

  • Na dúvida, observe bem os sinais e sintomas e se ainda assim ficar em dúvida, consulte seu obstetra ou procure o pronto socorro.
  • Não é vergonha nenhuma errar o diagnóstico.
  • Se não for trabalho de parto ou a bolsa não tiver rompido, a gestante será tranquilizada e orientada a voltar para casa e aguardar o momento certo! : Sinais e Sintomas do Trabalho de Parto – Obstetrícia – Dr.
See also:  O Que Os Homens Pensam Quando Sumimos?

Wagner Rodrigues Hernandez

Como saber se é xixi ou perda de líquido?

Caso o vazamento ocorra, preste atenção nas características do líquido: se for amarelado e com cheiro semelhante a amoníaco, é urina ; se for incolor e praticamente sem cheiro, com um leve odor adocicado, provavelmente é líquido amniótico.

Quando a barriga fica dura é sinal de contração?

Como saber se estou em trabalho de parto? Observe os principais sinais do seu organismo Esta é uma das questões que mais preocupam as grávidas. O início do trabalho de parto é diferente para cada mulher: algumas sabem imediatamente quando estão realmente no processo de nascimento.

Outras podem confundir esse estágio inicial do processo, com gases, azia, dor lombar ou indigestão. Existem três sinais distintos que indicam que o trabalho de parto começou: As contrações, percebidas por algumas mulheres como endurecimento da barriga, são sentidas no abdome – na parte inferior – ou nas costas.

Elas ocorrem porque o útero está se contraindo e relaxando ao mesmo tempo, movimento que vai ajudar a abrir o colo e empurrar o bebê para o canal de nascimento. Durante o estágio inicial do trabalho de parto, as contrações são sentidas como cólicas menstruais.

  • Quando o processo de nascimento começar verdadeiramente as contrações se tornam regulares.
  • Nos estágios iniciais, geralmente ocorrem em intervalos de 15 a 20 minutos e duram entre 30 e 45 segundos.
  • Conforme o trabalho de parto avança, essas contrações ficam mais frequentes e duram em torno de 60 segundos.

Na fase em que sentir de 2 a 3 contrações em 10 minutos e que duram por volta de 45 segundos ou mais, a gestante deve procurar o hospital e avisar seu médico. As contrações se mantêm constantes, mesmo quando a grávida deita ou anda. Se perceber contrações regulares e dolorosas antes da 37.ª semana, a gestante deve procurar imediatamente seu médico ou hospital, pois pode estar em trabalho de parto prematuro.

Tudo o que você precisa saber sobre parto | Educação em Saúde Einstein – YouTube Hospital Israelita Albert Einstein 242K subscribers Tudo o que você precisa saber sobre parto | Educação em Saúde Einstein Hospital Israelita Albert Einstein Search Watch later Share Copy link Info Shopping Tap to unmute If playback doesn’t begin shortly, try restarting your device.

From an organization accredited by the Ministry of Health of Brazil More videos

Como ter certeza se minha bolsa estourou?

Como saber se a bolsa rompeu? – Quando a bolsa rompe você sente uma quantidade relativamente grande de líquido vazando pela vagina. Esse líquido é incolor e tem um cheiro que lembra água sanitária. É importante saber que algumas vezes no terceiro trimestre a gestante pode perder um pouco de urina em função da compressão da bexiga, o que pode ser confundido com o líquido da bolsa.

  • Também é comum que a perda do seja confundido com a rotura da bolsa.
  • Enquanto o líquido amniótico é bastante fluído o tampão mucoso tem um aspecto mais denso, parecendo um catarro.
  • Caso você perca líquido é importante ir até o hospital para que um médico possa fazer um exame e identificar se foi a bolsa que rompeu.

Caso você tenha rompido a bolsa provavelmente ficará internada no hospital.

Tem como a bolsa estourar sem ter dilatação?

É comum romper a bolsa antes do trabalho de parto? – Em cerca de 10% das gestações a bolsa pode romper espontâneamente antes do trabalho de parto iniciar. Esta situação é chamada de amniorrexe prematura ou rutura prematura de membranas (RUPREME). É importante saber que prematura nesses casos significa que foi antes do trabalho de parto iniciar,

Portanto não tem nenhuma relação com a idade gestacional. Essa situação também é referida como “romper a bolsa” ou “estourar a bolsa” e pode acontecer subitamente (veja o vídeo abaixo aonde a bolsa rompe enquanto uma gestante dança). Não existem sinais prévios a rutura da bolsa. Ela ocorre sem dar nenhum aviso prévio.

Eventualmente situações que aumentam a pressão abdominal (como tossir ou dançar) podem fazer com que ela rompa.

Quantos dias pode ficar com a bolsa estoura?

Com a proximidade do parto, as futuras mães temem que a bolsa d’água estoure subitamente em público. Essa cena costuma ser comum em novelas, mas na vida real é um pouquinho diferente. Texto: Fonte: Unimed Paraná 17 de setembro, 2019 Com a proximidade do parto, as futuras mães temem que a bolsa d’água estoure subitamente em público.

  1. Essa cena costuma ser comum em novelas, mas na vida real é um pouquinho diferente.
  2. Apenas 10% das grávidas em final da gestação têm a bolsa rompida antes do início do trabalho de parto, que em geral começa com as contrações do útero, com intervalo de 5 minutos e vão aumentando a frequência conforme a evolução do quadro.

As contrações duram mais ou menos quarenta segundos. A dor se assemelha à de uma cólica menstrual. Conforme vai se aproximando a hora de parir, as dores e contrações vão ficando mais fortes, quando ocorrem duas dores fortes em um período de dez minutos, caracteriza-se o trabalho de parto.

  1. A bolsa d’água, que envolve o bebê no útero é formada por duas membranas e preenchida pelo líquido amniótico, que tem a função de proteger o bebê contra traumas e infecções.
  2. Depois que ela se rompe, o parto ocorre, no máximo, nas 48 horas seguintes.
  3. Quando a bolsa estoura, a mulher sente um líquido quente escorrendo pelas pernas, é como se estivesse fazendo xixi, mas sem controle do fluxo.
See also:  Estou Urinando Muito O Que Pode Ser?

O líquido amniótico é transparente e tem um odor parecido com o da água sanitária, por isso, caso o líquido esteja com alguma coloração ou sangue, a gestante deve avisar imediatamente o médico. E o que a grávida deve fazer quando a bolsa estoura? A primeira coisa é manter a calma.

O estouro da bolsa não significa que o bebê nascerá imediatamente. Ligue para o seu companheiro e o seu médico, tome um banho, arrume as coisas e peça para alguém te levar para a maternidade. Ao chegar ao hospital, o médico irá avaliar o histórico da gestante, assim como o seu estado clínico e do bebê.

Se a mulher não possuir contraindicações para um parto normal, acompanha-se as fases do trabalho de parto por meio das contrações, do bem-estar fetal, das dilatações e da descida do feto pelo canal de parto. A dilatação é medida por meio do exame de toque, quando o médico introduz dois dedos na vagina da gestante.

Quando a bolsa estoura a barriga diminui?

Pressão na pelve é um sintoma de parto – Muitas já devem ter ouvido dizer a expressão “a barriga abaixou”. Porém, nem todas sentirão isso, mas a barriga pode sim diminuir alguns centímetros por causa da movimentação do bebê. Isso porque ele começa a chegar na pelve e se “encaixa” na bacia. É o que afirma a Dra. Beatriz Barbosa, ginecologista obstetra com especialização em parto humanizado.

É possível perder líquido amniótico aos poucos?

É possível perder líquido amniótico aos poucos? – Sim. O líquido amniótico pode vazar em quantidades abundantes ou em gotas constantes, dependendo do tamanho do rompimento da bolsa amniótica. Em ambos os casos o ideal é procurar um médico o mais rápido possível para obter um diagnóstico seguro e preciso sobre a sua condição.

Quais são os sinais de que o bebê vai nascer?

Pressão na barriga Um dos primeiros indicativos de que o parto está próximo é quando a mulher começa a sentir mais pressão na parte inferior da barriga – e essa pressão aumenta com o passar dos dias, sinal de que o bebê está cada vez mais baixo.

Quais são os primeiros sinais de trabalho de parto?

Os primeiros sinais de trabalho de parto: Contrações – O grande sinal de que você está em trabalho de parto é o início das contrações uterinas regulares. No início, as contrações parecem cólicas menstruais ou uma dor nas costas que vai e vem em intervalos de 20 a 30 minutos.

Onde é a dor da contração de parto?

Cada contração começa a ser sentida na região lombar e, em seguida, irradiando para a frente, na parte inferior da virilha. As contrações são sentidas como um aperto geral no abdômen. Uma mudança na atividade ou na posição não diminui ou para as contrações.

Quantos dias antes do parto o corpo dá sinal?

Quantos dias antes do parto o corpo dá o sinal? Esse tempo varia de mulher para mulher. Em geral, cerca de 10 a 15 dias antes do parto, ocorre a perda do tampão, com a eliminação de secreção pela vagina. Na sequência, você poderá começar a sentir os sinais descritos acima e, então, ter o rompimento da bolsa.

Como é a dor nas costas no trabalho de parto?

Início do trabalho de parto: conheça os sinais O momento mais desejado pela mãe durante a gravidez é o nascimento do seu filho e o desejo de toda mãe é que a chegada do seu filho aconteça de uma forma tranquila e cheia de amor. O trabalho de parto é um momento que para algumas pode causar muita tensão, ansiedade e marcar para sempre a vida de uma mulher.

  • O medo e o estresse podem prolongar esse período; sentir-se tranquila e confiante pode ajudar a diminuí-lo.
  • Durante o trabalho de parto, a mulher passa por várias sensações e sentimentos que irá fortalece-la como mulher e mãe.
  • Esse período pode durar em média de 8 a 12 horas.
  • Portanto, é importante que a mulher não se apavore quando surgirem os primeiros sinais, ela terá tempo suficiente para se organizar e chegar ao local do parto.

Veja alguns sinais que indicam o início do trabalho de parto • Você pode sentir dor na região lombar das costas, muitas vezes acompanhada de uma cólica parecida com a pré-menstrual. • Você pode notar um muco grosso de cor amarela ou marrom escuro (com traços de sangue), o chamado “sinal” ou tampão mucoso.

  • Se seu tampão mucoso, que cobre o colo do útero, sair, o trabalho de parto pode estar começando.
  • Se a sua barriga endurecer a cada 5 minutos, por 30 segundos ou mais, permanecendo assim por mais de uma hora, apresentando dor ou incomodo, não obtendo melhora com repouso.
  • Se você perder líquido pela vagina, que escorra pelas pernas, molhe a roupa ou a cama (rompimento da bolsa das águas).

Neste caso, mesmo que não sinta as contrações, você deve ir à maternidade, pois precisa ser avaliada por um profissional. É possível uma rotura alta, portanto caso a mulher perceba estar mais úmida que o de costume, precisando inclusive de absorvente, esta deve procurar prontamente um serviço de maternidade)

Dicas • Procure se manter calma e relaxada para ajudar na evolução do seu trabalho de parto e das contrações.• Faça o que for melhor para ficar tranquila.• Tome banho morno para aliviar o desconforto e faça atividades, como andar, agachar, para que se possa tornar o trabalho de parto ativo.• Beber água e comer alimentos leves dão mais força e energia para você e seu bebê.Para o conhecimento da gestante, é fornecido a Caderneta da Gestante que contém informações sobre as boas práticas que devem ser realizadas no pré-natal, parto e puerpério. Fonte: Ministério da saúde

: Início do trabalho de parto: conheça os sinais

Como saber se é xixi ou perda de líquido?

Caso o vazamento ocorra, preste atenção nas características do líquido: se for amarelado e com cheiro semelhante a amoníaco, é urina ; se for incolor e praticamente sem cheiro, com um leve odor adocicado, provavelmente é líquido amniótico.

Quanto tempo esperar após bolsa rota?

O que geralmente acontece é: a bolsa rompe, a mulher vai imediatamente para o hospital. Chegando lá, começa a ser manejada, espera-se de 2h a 3h, o colo permanece fechado, sem dilatação, e a equipe indica cesárea argumentando que o trabalho de parto não está evoluindo.

See also:  Quanto Vale 1000 Pesos Chilenos Em Reais?

É possível entrar em trabalho de parto e não sentir nada?

Sinais e Sintomas do Trabalho de Parto – Obstetrícia – Dr. Wagner Rodrigues Hernandez Uma grande preocupação de uma mãe de primeira viagem é o medo de não conseguir perceber o trabalho de parto. Esse receio é natural, afinal a sensação não é parecida com nada que já viveram até aquele momento.

Muitas me perguntam, mas e se eu estiver dormindo? Posso não perceber? Na tentativa de tranquiliza-las comparo o trabalho de parto com uma “dor de barriga” por ter comido algo estragado. Geralmente, todo mundo nessa situação acorda a noite para fazer suas necessidades em tempo no banheiro. O trabalho de parto também costuma ser assim.

É fácil de reconhecer e dá tempo suficiente para chegar com calma à maternidade. Apesar de estar nos livros que existem sinais que anunciam a proximadade do parto, como a perda do tampão mucoso, contrações indololores mais frequentes ou a queda da barriga, isso não é uma regra. Para começar, deve ficar claro que não existe trabalho de parto sem contrações e sem algum grau de desconforto. As vezes é difícil para a gestante no ínicio do trabalho de parto determinar se o que ela está sentindo é ou não uma contração. O útero é um músculo que comporta se como qualquer outro músculo do corpo, ou seja, quando contrai fica inteiramente rígido, não deixando nenhuma área flácida.

  • Duração de aproximandamente 1 minuto.
  • Intervalo máximo entre uma e outra de pelo menos 5 minutos.
  • Geralmente vem acompanhada de algum grau de desconforto.

Para ter certeza, a melhor maneira é observar por pelo menos uma hora se as contrações obedecem essas 3 condições. Durante essa hora, uma boa dica é caminhar um pouco e tomar uma ducha quente nas costas para aliviar a tensão e a dor. Quanto a questão da dor, ela pode manifestar-se das mais variadas formas.

Desde dor nas costas a dores no pé da barriga. Fato é que as contrações do trabalho de parto obrigam a gestante a parar o que está fazendo ou faz com que ela acorde com elas durante a noite. Os pais e mães de primeira viagem devem saber que o trabalho de parto costuma demorar horas, o que confere ao casal tempo suficiente para chegar à maternidade.

Porém, com a progressão do trabalho de parto as contrações costumam ficar mais duradouras, com intervalos menores e maior grau de desconforto, sendo nessa fase maiores as chances da paciente precisar de analgesia e para isso o ideal é que ela já esteja na maternidade.

  1. Em relação a bolsa das águas, quando ela rompe a grávida pode perceber:
  2. Um líquido claro com aspecto de água de côco que escorre pelas pernas e pode até molhar o chão.
  3. Quando apresenta algum odor, costuma lembrar água sanitária.

Não para de sair mesmo após esvaziar a bexiga e após se secar. Por isso, se ela romper na aula de hidroginástica fique tranquila. A bolsa não esvazia toda de uma vez! Vale a pena saber que o trabalho de parto e a rotura da bolsa são fatores independentes, mas com uma intima relação.

  1. Em gestações de termo, quando a bolsa rompe a maioria das pacientes costumam entrar em trabalho de parto na sequencia.
  2. Porém, o trabalho de parto pode ocorrer até o final sem a bolsa estourar, assim como a bolsa pode romper espontâneamente e a paciente não entrar em trabalho de parto.
  3. De qualquer maneira as duas situações obrigam a paciente a procurar o hospital e com muita calma.

As situações de alerta e que exigem agiliade por parte do casal são: Líquido com tom esverdeado, o que pode ser mecônio (fezes do bebê). Sangramento vivo semelhante à menstruação, geralmente associado a dor. Nem sempre é fácil perceber e ter certeza que se trata de trabalho de parto.

Na dúvida, observe bem os sinais e sintomas e se ainda assim ficar em dúvida, consulte seu obstetra ou procure o pronto socorro. Não é vergonha nenhuma errar o diagnóstico. Se não for trabalho de parto ou a bolsa não tiver rompido, a gestante será tranquilizada e orientada a voltar para casa e aguardar o momento certo! : Sinais e Sintomas do Trabalho de Parto – Obstetrícia – Dr.

Wagner Rodrigues Hernandez

Quando a barriga fica dura é sinal de contração?

Como saber se estou em trabalho de parto? Observe os principais sinais do seu organismo Esta é uma das questões que mais preocupam as grávidas. O início do trabalho de parto é diferente para cada mulher: algumas sabem imediatamente quando estão realmente no processo de nascimento.

Outras podem confundir esse estágio inicial do processo, com gases, azia, dor lombar ou indigestão. Existem três sinais distintos que indicam que o trabalho de parto começou: As contrações, percebidas por algumas mulheres como endurecimento da barriga, são sentidas no abdome – na parte inferior – ou nas costas.

Elas ocorrem porque o útero está se contraindo e relaxando ao mesmo tempo, movimento que vai ajudar a abrir o colo e empurrar o bebê para o canal de nascimento. Durante o estágio inicial do trabalho de parto, as contrações são sentidas como cólicas menstruais.

Quando o processo de nascimento começar verdadeiramente as contrações se tornam regulares. Nos estágios iniciais, geralmente ocorrem em intervalos de 15 a 20 minutos e duram entre 30 e 45 segundos. Conforme o trabalho de parto avança, essas contrações ficam mais frequentes e duram em torno de 60 segundos.

Na fase em que sentir de 2 a 3 contrações em 10 minutos e que duram por volta de 45 segundos ou mais, a gestante deve procurar o hospital e avisar seu médico. As contrações se mantêm constantes, mesmo quando a grávida deita ou anda. Se perceber contrações regulares e dolorosas antes da 37.ª semana, a gestante deve procurar imediatamente seu médico ou hospital, pois pode estar em trabalho de parto prematuro.

Tudo o que você precisa saber sobre parto | Educação em Saúde Einstein – YouTube Hospital Israelita Albert Einstein 242K subscribers Tudo o que você precisa saber sobre parto | Educação em Saúde Einstein Hospital Israelita Albert Einstein Search Watch later Share Copy link Info Shopping Tap to unmute If playback doesn’t begin shortly, try restarting your device.

From an organization accredited by the Ministry of Health of Brazil More videos