Početna – ThaiConsulate

Tips, Reviews, Recommendations

Qual O Melhor Travesseiro?

Qual O Melhor Travesseiro

Qual o travesseiro mais indicado pelos médicos?

Dicas de como escolher um bom travesseiro, segundo especialista Você tem a sensação de que não dorme tão bem quanto deveria? Cerca de 73 milhões de brasileiros sofrem com a, revela um dado da Associação Brasileira de Medicina do Sono (ABMS). São muitos os fatores que levam uma pessoa a ter um sono reparador.

  • E um deles é o travesseiro.
  • O médico Gleison Guimarães, especialista em medicina do sono pela ABMS dá três dicas de como escolher o travesseiro ideal.
  • O ideal é encontrar um modelo de travesseiro feito com material respirável.
  • Sua composição deve permitir uma boa circulação de ar, evitando o acúmulo de suor e calor.

Um travesseiro hipoalergênico pode evitar possíveis alergias e até mesmo o nariz entupido. A dificuldade em respirar pode agravar o seu ronco, por exemplo. Um bom travesseiro deve oferecer o suporte adequado para a cabeça e o pescoço, a fim de manter a coluna alinhada. O QUE VOCÊ PRECISA SABER — Recomendo que você experimente diversos tipos de travesseiros e leve em consideração o seu conforto pessoal, as suas preferências de altura e de firmeza do material, até encontrar aquele que seja adequado para melhorar a qualidade do seu sono. Se possível, visite lojas físicas para experimentar os modelos — orienta o especialista.

Qual é o melhor tipo de travesseiro para quem ronca?

Travesseiro antironco : produto anatomicamente fabricado Ao facilitar a respiração, o travesseiro do ronco reduz a ocorrência dos episódios de apneia obstrutiva do sono, que acontecem no momento em que as vias aéreas ficam mais estreitas e impossibilitam a passagem do fluxo de ar pela garganta.

Como saber o tipo de travesseiro certo?

Travesseiro ideal: você está dormindo no travesseiro certo? Baixo, alto, firme ou fofinho, de plumas, visco, látex ou poliuretano, o ​ travesseiro é um dos itens principais para uma boa noite de ​ sono ​. Opções não faltam para agradar todos os gostos, porém é preciso estar atento.

Será que você sabe escolher o travesseiro ideal ? Para desvendar um pouco mais os mistérios do travesseiro perfeito, a Zissou entrevistou a proprietária da clinica de fisioterapia Fisioclinic especialista em Reeeducação Postural Global (RPG) e trouxe essas informações para você̂. Veja! O TRAVESSEIRO IDEAL Assim como o ​ ​, o travesseiro deve ser escolhido com bastante cuidado.

Isso porque ele não é um mero apoio para a sua cabeça. Sem uma estrutura adequada, o travesseiro pode ser responsável por dores como: cervicalgia, cefaleias, torcicolos, formigamentos nos braços e mãos. Na hora da compra, fique atento! De acordo com a ​ fisioterapeuta Dra. Qual O Melhor Travesseiro “O importante é que ele se adapte à necessidade individual, considerando a distancia entre a face e o ombro”, explica. A Dra. Sandra ressalta que ao se deitar, o ombro não deve ficar sobre o travesseiro, independente da posição utilizada. Por outro lado, quando se está de costas, deve-se ficar atento à ​ coluna cervical ​, que não pode ficar hiperextendida nem hiperflexionada.

Ou seja, apesar de seu gosto, lembre-se da regra principal: observar a distância entre o ombro e a face. Outro ponto que deve ser considerado na hora da escolha é a posição de dormir. Para quem prefere ficar de lado, o travesseiro ideal deve acomodar bem o ombro e a cabeça. “Se optar por um travesseiro baixo, poderá́ causar uma inclinação lateral da cervical.

Caso seja muito alto, acontece o contrário. O ideal para quem dorme de lado é ficar com a coluna reta”, diz a fisioterapeuta. Dra. Sandra ainda dá outra dica: usar outro travesseiro entre os joelhos ajuda a aliviar a pressão nessa área e fará o alinhamento do quadril e a região lombar, permitindo uma noite de sono ainda melhor. Qual O Melhor Travesseiro Ao escolher um travesseiro para uma criança, o cuidado deve ser redobrado. “Como elas estão em crescimento, têm um tempo maior de sono. Por isso, estão mais sujeitas à alterações posturais nessa fase. O uso de um travesseiro inadequado pode acabar trazendo vícios de postura”, alerta.

  1. CUIDADOS COM O TRAVESSEIRO É recomendado usar uma capa e trocar a fronha a cada dois dias.
  2. Por estar em contato direto com o rosto, é normal que secreções se acumulem.
  3. Somadas ao calor do corpo, formam um microclima favorável ao surgimento de ácaros, fungos e bactérias que podem causar vários problemas de saúde, entre eles alergias.

Exponha o travesseiro à luz solar e ventilação, para evitar umidade. Se optar por uma limpeza mais profunda, consulte a etiqueta para verificar as recomendações do fabricante. Além do cuidado com a higienizaão, é importante lembrar de substituí-lo de tempos em tempos.

  • Diferente de um colchão, a vida útil de um travesseiro é bem menor e deve ser respeitada para evitar dores e noites mal dormidas.
  • Devemos trocá-lo sempre que percebemos que está ficando deformado ou que não tenha mais resiliência para adaptar-se ao peso da cabeça e manter a distância adequada para o rosto e ombro”, recomenda a fisioterapeuta.

Agora que você conhece um pouco mais sobre travesseiros, gostaríamos de te apresentar o, que nasceu após mais de 1 ano de pesquisas. Com ele, você define o seu conforto perfeito através da união de camadas que se adaptam às curvas do seu corpo, dentro da capa que mantém o frescor com toque suave e macio.

É melhor travesseiro duro ou mole?

😴 E se eu escolher um travesseiro muito duro ou muito mole? Travesseiro muito duro : Pode pressionar os nervinhos superficiais da nuca, podendo evoluir para uma dor de cabeça. Travesseiro muito mole : Pode gerar desconforto na região do pescoço ou até mesmo dores na lombar.

Qual o melhor travesseiro para dormir alto ou baixo?

Dormir com o travesseiro muito alto ou muito baixo manterá a cabeça inclinada para um dos lados. Isto contrai os músculos do pescoço. Então, a chance de torcicolo é grande. Se prefere dormir de bruços ou de costas, use um travesseiro baixo — ensina Eulálio.

O que é melhor dormir com travesseiro alto ou baixo?

‘O ideal é dormir de lado com o travesseiro apoiado na cabeça de modo que quem observa a pessoa deitada vê a cabeça alinhada com o resto da coluna. Não pode ser muito alto e nem muito baixo. De preferência com um travesseiro entre os joelhos’, recomenda o ortopedista do HCor Dr. Raphael Marcon, especialista em coluna.

See also:  Quando A EleiçãO 2022?

Qual o valor do travesseiro da Nasa?

Na Americanas, é possível encontrar travesseiros nasa por preços a partir de R$50,00!

Qual a melhor forma de dormir para evitar o ronco?

Durma de lado A melhor maneira de evitar o ronco, portanto, é dormir sempre de lado.

Qual o melhor lado para dormir para não roncar?

Durma de lado Quando dormimos com a barriga para cima, a musculatura da garganta fica mais flácida e cai um pouco para trás. A melhor maneira de evitar o ronco, portanto, é dormir sempre de lado.

O que saber antes de comprar um travesseiro?

DICAS NA HORA DE COMPRAR O TRAVESSEIRO Por Renata Federighi, gerente de marketing da fabricante Duoflex Passamos aproximadamente um terço da nossa vida dormindo, portanto dormir bem é essencial para manter uma melhor qualidade de vida, melhor disposição e até aumentar a longevidade.

  • Durante a noite, é comum as pessoas alternarem sua posição de dormir.
  • Isso acontece espontaneamente e é saudável, pois ao mudar a postura, a pressão sobre a parte do corpo que está em contato com o colchão ou travesseiro é diminuída.
  • Porém, de acordo com especialistas em sono, o ideal é dormir de lado ou de barriga para cima, variando entre as duas posições.

Mesmo sabendo que a posição não é favorável para a coluna, algumas pessoas acabam dormindo de barriga para baixo. Pessoas que dormem com a postura ou com um travesseiro errados, acabam comprometendo a qualidade do sono e, consequentemente, poderão apresentar sinais de cansaço, agitação, alteração no humor, dentre outros, no dia seguinte.

  1. Dormir de forma inadequada, além de interferir no rendimento das atividades diárias, pode agravar processos como contraturas, osteoporose e má circulação.
  2. Portanto, é imprescindível estar atento na hora de comprar o travesseiro.
  3. É preciso considerar a posição em que se dorme e também a altura do travesseiro, que deverá preencher o espaço entre a cabeça e o colchão, formando um ângulo de 90 graus no pescoço.

O uso do travesseiro em altura e suporte apropriados faz com que a postura favoreça a anatomia fisiológica da coluna vertebral. Cada pessoa possui o seu biótipo, portanto, a melhor maneira de se escolher um travesseiro é testando os modelos disponíveis no mercado.

  • Aconselha-se deitar sobre uma cama com o travesseiro, a fim de detectar o modelo com altura mais adequada ao seu biótipo e ao seu jeito de dormir (de lado, bruços ou barriga pra cima).
  • É importante também conhecer o suporte do travesseiro, identificando-o como macio, médio ou firme.
  • Quanto à escolha do material, dependerá muito do gosto pessoal de cada um.

Caso seja alérgico, é indicado verificar se o travesseiro realmente possui proteção contra ácaros, fungos e bactérias e se os materiais usados não causarão alergia. Se for uma pessoa que transpira muito durante a noite, é aconselhável ainda verificar o conforto térmico do produto.

  • Veja algumas orientações importantes: Para quem dorme de lado: Esta é a posição mais indicada para se dormir, sendo aconselhável sempre se dormir com dois travesseiros.
  • Tanto faz se é do lado direito ou do lado esquerdo.
  • Quem dorme de lado deve usar um travesseiro para apoio da cabeça, em uma altura que se encaixe perfeitamente entre ela e o colchão, formando assim, um ângulo de 90 graus no pescoço.

Nesta posição os joelhos deverão estar preferencialmente semiflexionados, com um travesseiro entre eles. As indicações da Duoflex são o travesseiro Altura Regulável (Látex, Nasa) para apoiar a cabeça e o Alpino de Corpo, que ajuda a alinhar a coluna.

  • O travesseiro Altura Regulável tem três camadas internas, que podem ser facilmente adicionadas ou removidas possibilitando quatro opções de altura, fazendo com que o travesseiro fique no tamanho desejado.
  • Já o Alpino de corpo é todo feito com gomos massageadores que estimulam a circulação em todo o contato com o corpo, aumentando o bem-estar enquanto se dorme.

Com ele é possível deixar o queixo apoiado e os braços envolvidos pelo produto, mantendo a cervical e coluna alinhadas, as pernas flexionadas com um espaçamento entre os joelhos e os tornozelos, evitando atritos entre eles e também virar de costas ou de bruços durante o sono.

Para quem dorme de barriga para cima: Nesse caso, é preciso utilizar um travesseiro baixo ou médio para apoio da cabeça, que deve preencher o espaço entre a cervical e a nuca, para evitar a hiperflexão do pescoço, e outro travesseiro ou um rolinho embaixo dos joelhos, de forma que fiquem semiflexionados, e assim, descansem.

As indicações da Duoflex são o travesseiro Nasa para apoiar a cabeça e o Rolinho abaixo do joelho. O travesseiro Nasa é feito de material viscoelástico, automoldável e termossensível, que se adapta ao contorno e à temperatura do corpo, exercendo uma menor pressão nas áreas mais quentes ou salientes e facilitando a circulação sanguínea.

  1. Oferecem também maior capacidade de absorção do peso e distribuição equalizada da pressão sobre o corpo, além de possuir a propriedade de retorno lento ou memória, agindo como um verdadeiro amortecedor.
  2. Já o Rolinho oferece apoio para a lombar, possuindo superfície ondulada, que também massageia e estimula a circulação.

Além de suas indicações terapêuticas é uma alternativa para quem busca conforto na sala de TV, para suas horas de leitura e até como elemento decorativo. Para quem dorme de bruços: Apesar de não ser uma posição indicada para o sono, é recomendável utilizar dois travesseiros bem baixos, sendo um para apoio da cabeça e outro embaixo do abdômen, na altura da curvatura da cintura.

A indicação da Duoflex é o travesseiro Fresh Plano e Baixo, tanto para a cabeça como para o abdômen, que é feito em uma espuma especial de poliuretano expandido, também conhecida como sempre fria, hipersoft ou supersoft. É uma espuma produzida com células abertas para proporcionar frescor, ventilação, toque e maciez superiores às espumas comuns, usadas nos colchões, que são duras e ásperas, com pouca aeração.

Para todas os tipos de pessoas e posturas: Atualmente, os travesseiros Altura Regulável têm a maior aceitação do mercado, pois adaptam-se facilmente a qualquer pessoa. O produto tem três camadas internas, que podem ser facilmente adicionadas ou removidas possibilitando quatro opções de altura, fazendo com que o travesseiro fique no tamanho desejado.

  • Tudo isso permite uma posição natural de descanso, prevenindo dores na cabeça, pescoço, costas, braços e ombros, trazendo apoio e conforto totalmente personalizados à sua anatomia e posição de sono, possibilitando também regular a maciez do travesseiro ao seu gosto e necessidade.
  • A Duoflex disponibiliza este travesseiro em duas opções de espuma: Látex e NASA.
See also:  Qual A Raiz Quadrada De 5?

Para as pessoas alérgicas: O ácaro é o principal agente de substâncias causadoras de alergias e crises respiratórias numa casa, e o travesseiro é um dos ‘esconderijos’ prediletos dos microorganismos, uma vez que eles se alimentam das secreções que eliminamos durante o sono.

  1. Camas, colchões e travesseiros mantêm microclimas cujo grau de calor e umidade são propícios para proliferação.
  2. A Duoflex desenvolve seus travesseiros em espuma com proteção contra ácaros, fungos e bactérias.
  3. Esse produto é totalmente inofensivo ao ser humano, e, portanto, indicados para pessoas alérgicas.

O que pouca gente se dá conta também é que a vida útil de um travesseiro é de, em média, cinco anos de uso, mas é recomendado que faça a troca de dois em dois anos, pois a prolongação do uso pode ser uma grande fonte de contaminação por microorganismos.

  1. Para pessoas muito pesadas: Deve-se procurar fazer uso de um travesseiro de cabeça, que apresente maior suporte, oferecendo mais sustentação.
  2. Os travesseiros da Duoflex que podem ser encontrados com maior suporte são: – Fresh Cervical – Látex Alto – Látex Altura regulável – Molas Cervical Observação: SAC ESPECIALIZADO EM SONO Para atender a demanda do mercado, a Duoflex criou um Serviço de Atendimento ao Consumidor com especialização em sono, ou seja, profissionais habilitados a darem orientações para melhorar a qualidade do sono dos clientes, instruindo-os sobre a melhor postura para dormir e os travesseiros e acessórios mais adequados.

Contato: Fone: 0800 707 3703 Email: Chat: acesse o site www.duoflex.com.br

Qual a marca de travesseiro mais confortável?

Se você busca o melhor travesseiro para dormir, aposte no travesseiro ultra Nasa Duoflex viscoelástico. Dentre os modelos mais populares, o travesseiro da Nasa Duoflex tem espuma massageadora e é super tecnologico. Esse travesseiro Duoflex é reconhecido por proporcionar excelente sustentação e conforto.

É bom dormir sem travesseiro?

Dormir sem travesseiro pode causar dores nas costas – Sem apoio para a cabeça e o pescoço, sua coluna pode ficar desalinhada e pressionar os músculos das costas. O que pode causar dor e desconforto, principalmente se você tiver problemas nas costas. Além disso, dormir sem travesseiro pode fazer com que você acorde com dores de cabeça ou no pescoço.

Qual a melhor altura do travesseiro?

Posição para dormir e altura do travesseiro – Para escolher a altura do travesseiro mais indicada e ter uma noite de sono incrível, um fator essencial para levar em consideração é a posição de dormir, Afinal, além do conforto, o travesseiro serve para o alinhamento da coluna.

  • Tá certo que ninguém passa a noite inteira exatamente do mesmo jeito que deitou, então o ideal é a pessoa pensar na postura que passa mais tempo dormindo.
  • A posição mais indicada pelos especialistas para dormir é de lado.
  • Para aqueles que passam a maior parte da noite nessa posição, um travesseiro de altura média ou alta é o ideal.

A altura deve ser suficiente para que seja formado um ângulo de 90° entre ombro e pescoço. Para quem prefere dormir de costas (com a barriga para cima), a altura do travesseiro deve ser um pouco mais baixa em relação a quem dorme de lado. O ideal é manter o pescoço reto e evitar forçar a cabeça para baixo ou para cima.

Qual a vida útil de um travesseiro?

A hora certa para trocar de travesseiro Especialista indica a troca a cada dois anos para evitar problemas de saúde; escolha depende do biotipo e posição de dormir. O travesseiro, seu melhor amigo na hora do sono, pode ser o grande responsável por doenças respiratórias e de pele.

Possível fonte de fungos e bactérias, a peça dever ser trocada a cada dois anos. Um prazo de validade que independe da aparência do produto e pode te livrar de um pesadelo chamado alergia. Segundo a consultora do sono da Duoflex – empresa especializada na produção de travesseiros –, Renata Federighi, não há como evitar a proliferação de microorganismos.

“Enquanto dormimos, é natural eliminar lágrimas, saliva, coriza, suor e oleosidade. Toda essa secreção é alimento fundamental para os ácaros e nosso travesseiro acaba virando fonte de contaminação durante o sono”, alerta. Para minimizar a presença dos ácaros e garantir bons sonhos, a especialista indica deixar o travesseiro no sol toda semana, guardá-lo em local arejado e trocar a capa frequentemente.

O cuidado especial garante que seu fiel companheiro permaneça conservado por mais tempo.Mas não se engane com a boa aparência, é preciso respeitar a vida útil. “Há produtos no mercado com espuma de melhor qualidade, portanto, com maior durabilidade. Isso não significa evitar a troca. É necessário substituí-lo para prevenir que esses fungos e bactérias migrem para o colchão ou organismo e aumente o risco de doenças de pele, bronquite e até corrimentos”, enfatiza Renata.

Modelo ideal A função principal do travesseiro é preencher o espaço entre a cabeça e o colchão de maneira confortável e saudável. Neste caso, o modelo ideal não deve ser tão alto, nem baixo demais, o certo é manter o pescoço alinhado à coluna cervical.

  1. A postura correta ao dormir é imprescindível para um repouso de qualidade.
  2. A posição de lado é a mais indicada”, explica a consultora do sono.
  3. Além da posição, o biotipo da pessoa interfere diretamente na escolha.
  4. Quanto mais leve, menor tem de ser o travesseiro.
  5. Pessoas maiores e mais pesadas necessitam de um modelo mais robusto.” O gosto também deve ser considerado na hora da compra.
See also:  Como Ver Quem Eu Pedi Para Seguir No Instagram?

Há infinitos modelos: espumas mais firmes e difíceis de ceder, ou de látex, consideradas antialérgica, pois permitem maior ventilação. Existem as chamadas espumas de memória – o travesseiro da Nasa – que molda a cabeça. As fibras flexíveis e as plumas e penas de ganso garantem conforto, mas devem ser trocadas com maior frequência por acumularem mais microorganismos.

A resistência à troca de travesseiro é compreensível. Isso acontece devido ao desconforto inicial com a nova peça, que pode durar de sete a 10 dias. “O período de adaptação é normal. O travesseiro tem nosso cheiro e o formato da nossa cabeça, mas orientamos que a pessoa insista, mesmo se ficar desconfortável.

Depois deste prazo, e se sentir dor, é possível que tenha escolhido o modelo errado”, observa Renata. Mas as facilidades da vida moderna ajudam na hora a escolha. Teste o produto antes da compra. “Vá às lojas onde possa deitar e verificar se vai se adaptar.

É bom dormir com quantos travesseiros?

Conheça os benefícios de dormir com dois travesseiros Ter uma boa noite de sono é essencial para ter uma boa qualidade de vida. Se você está acordando com dores musculares ou com, desconfie, o problema pode estar no seu travesseiro! O travesseiro desempenha um papel importante nas noites de sono, sendo fundamental para manter a coluna alinhada ao tronco de forma confortável.

Além disso, ao preencher completamente o espaço entre a cabeça e o colchão, o evita dores nas costas e musculares ao despertar. Por isso, uma boa dica é investir em um travesseiro adequado para o seu biotipo e postura escolhida para o sono. Outra importante dica para dormir melhor é utilizar dois travesseiros, sendo um para cabeça e outro para o corpo, proporcionando apoio para o queixo, braços e pernas.

O travesseiro corporal, também chamados de body pillow ou, além de servir de apoio, evita a hiperflexão do quadril e impede o atrito entre os joelhos os e tornozelos. Portanto, se você quer relaxar e ter uma boa noite de sono, experimente dormir com dois travesseiros! Conheça todos os benefícios!

O que é melhor travesseiro de pluma ou pena de ganso?

Quando se trata de qualidade do sono, existem dois tipos principais de penas usadas em travesseiros e edredons: penas e plumas de ganso, Embora ambos os materiais forneçam isolamento e calor, cada um deles tem seus próprios benefícios distintos. As plumas de ganso possuem um material macio e fofo que vem do subpêlo dos gansos.

  1. É leve, mas extremamente eficaz para reter o calor, tornando-o ideal para uso em roupas de cama de inverno.
  2. As penas de ganso, por outro lado, são as penas mais rígidas que compõem a camada externa da pelagem de um ganso.
  3. Embora não tão quentes quanto a penugem, as penas ainda são um bom isolante e podem fornecer suporte para cabeça e pescoço quando usadas em travesseiros.

Então, que tipo de pena é ideal para você? Se você está procurando uma opção de cama aconchegante e quente, as plumas de ganso são o caminho a percorrer. Mas se você preferir um travesseiro mais firme ou quiser algo que dure mais, as penas podem ser uma escolha melhor.

Qual o melhor travesseiro látex ou Nasa?

Travesseiro látex – O travesseiro de látex as vezes pode ser confundido com o travesseiro de viscoelástico, porém algumas diferenças entre eles são bem significativas. A principal é que a espuma do látex é mais resistente à pressão e não dá a sensação de afundamento que é comum em travesseiros de viscoelástico (como o travesseiro da Nasa por exemplo).

  • Estudos demonstram que o látex alivia 30% da pressão que a espuma viscoelástica.
  • Seja dormindo de costas, seja dormindo de lado, o látex é um ótimo apoio para dormir.
  • O travesseiro de látex costuma ser o queridinho da maioria dos consumidores, isso porque ele não precisa ser lavado ou higienizado com frequência pois suas propriedades orgânicas são inóspitas para os ácaros em virtude de sua natureza celular e ausência de fibras atrativas.

Igual à lã, o látex natural é antibacteriano, antimicrobiano e hipoalergênico, Este látex não corre risco em relação ao mofo, mostrando-se ser uma opção saudável para uma boa noite de sono. Qual O Melhor Travesseiro

Qual o melhor travesseiro para não sentir dor no pescoço?

Dormir com o travesseiro na altura errada pode causar problemas – O travesseiro é um fator importante para uma boa qualidade do sono. Um produto de má qualidade, ou utilizado na altura errada, pode causar problemas de saúde no futuro, como dor no pescoço, nos ombros e até dor de cabeça.

  1. Independente de como você dorme, seja de barriga pra cima (decúbito dorsal) ou de lado (decúbito lateral), é importante utilizar um travesseiro da altura adequada 1,
  2. A altura do travesseiro tem relação à posição na qual você dorme A má postura ao dormir aumenta o estresse biomecânico na coluna cervical, levando a dor e desconfortos agudos e crônicos no pescoço, com implicações negativas na qualidade do sono.2 Se você costuma dormir “de barriga para cima”, o pescoço pode ficar desalinhado do resto da coluna (hiperextensão), desencadeando dor pela postura inadequada durante as 6 a 8h do sono.

Neste caso, é recomendado um travesseiro com altura média a baixa para que a coluna cervical não seja sobrecarregada. Para os que dormem “de lado”, é importante utilizar um travesseiro que mantenha a altura da cabeça nivelada aos ombros, permitindo alinhamento da coluna.

O que é melhor travesseiro alto ou baixo?

Dormir com o travesseiro muito alto ou muito baixo manterá a cabeça inclinada para um dos lados. Isto contrai os músculos do pescoço. Então, a chance de torcicolo é grande. Se prefere dormir de bruços ou de costas, use um travesseiro baixo — ensina Eulálio.