Početna – ThaiConsulate

Tips, Reviews, Recommendations

Como Se Vingar De Uma Pessoa Que Te Fez Sofrer?

Qual é a melhor forma de vingança?

A melhor vingança é não se vingar: siga em frente e seja feliz A melhor vingança é o esquecimento, A melhor vingança é não se vingar, sorrir para o ódio, sufocar a raiva e mostrar para o outro que podemos ser felizes. Porque não há estratégia melhor do que agir com calma e sabedoria, seguir em frente com um olhar firme e um coração tranquilo, sabendo que há pesos que você não quer carregar por muito tempo.

  • Confúcio dizia com grande que, antes de começarmos a jornada da vingança, devemos cavar duas sepulturas: a nossa e a do nosso adversário,
  • A filosofia sempre nos forneceu pontos de referência para refletirmos sobre o ato de vingança e as consequências morais ligadas a essa prática tão popular e, ao mesmo tempo, tão “atraente”.

“Vingar-se é humano, mas perdoar é divino”. – Walter Scott – Dissemos que a vingança é atraente por um fato muito específico. Estamos diante de um tipo de comportamento humano que sempre chamou a nossa atenção, não podemos negar isso. Na verdade, algo que os escritores e produtores de cinema sabem muito bem é que a vingança nos fascina muito.

Algumas pessoas dizem até que ela funciona quase como um remédio: prescrito em pequenas doses alivia, mas o consumo em grandes quantidades pode nos matar. Temos o excelente exemplo literário de Edmond Dantés ou o Conde de Monte Cristo. Este personagem inesquecível de Alexandre Dumas nos ensinou que a melhor vingança é servida fria, sem pressa e perfeitamente calculada,

Agatha Christie, por sua vez, nos fez participar de uma trama complexa e igualmente violenta em “O Caso dos Dez Negrinhos” para nos ensinar que os maus atos devem ser devidamente vingados. A nos atrai e, muitas vezes, até a justificamos. No entanto, quais são os processos psicológicos que existem por trás dela?

Qual é a maior vingança?

A Maior Vingança é o Perdão.

O que motiva a vingança?

O que leva as pessoas a procurarem vingança – Psicóloga: Eu costumo perceber basicamente dois motivos mais comuns: o sentimento de injustiça e o sentimento de superioridade de quem acredita que ninguém pode se sair melhor que ele.

O que é vingança para a psicologia?

A vingança tem um lado sadio, que é a necessidade de movimento, de ação quando alguém se percebe ameaçado, isto é o nosso lado mais primitivo, o instinto de sobrevivência. Este lado instintivo dá o alerta e nos mobiliza à reação.

O que acontece com pessoas que fazem vingança?

A vingança reabre e agrava feridas emocionais. Ao invés de punir o culpado, você acaba punindo a si mesmo, caindo em um círculo vicioso. Estudos das universidades de Virgínia e Harvard (EUA) demonstram que as pessoas vingativas acabam se concentrando em sentimentos negativos, como a raiva e o ódio.

Quais são os tipos de vingança?

E segundo Cleber Masson (2017) são elas: vingança divina, vingança privada e vingança pública.

Porque a vingança é boa?

Os efeitos a longo prazo de Vingança – Muitas vezes acreditamos que se vingar funciona como uma forma de liberação emocional que ajudaria a nos sentir melhor. Os filmes, novelas e seriados muitas vezes retratam o ato de vingança como uma forma de final feliz.

Mas, na realidade, vingança tem o efeito oposto. Mesmo que os primeiros momentos sejam gratificantes, os cientistas psicólogos descobriram que, em vez de extinguir hostilidade, a vingança prolonga o dissabor da infração inicial, ou seja ficamos mais angustiados ainda pelo dano que sofremos. Em vez de fazer justiça, vingança, muitas vezes cria um ciclo de retaliação.

Frases sobre vingança : “Um homem que medita vingança, mantém suas próprias feridas abertas, que de outra forma iriam curar.” -Francis Bacon

O que a Bíblia fala sobre a vingança?

A Bíblia diz em Romanos 12:19: ‘Não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira de Deus, porque está escrito: Minha é a vingança, eu retribuirei, diz o Senhor.’ Em outra passagem, Salomão escreveu: ‘Não digas: vingar-me-ei do mal; espera pelo Senhor e ele te livrará’ (Provérbios 20:22).

Qual o sentimento de vingança?

ADULTO –

  • A Vingança é um sentimento provocado, do qual uma vez despertado, uns tentam se livrar e outros se atiram com sede.
  • Remete a um dano e a um desejo de acertos de contas.
  • A vingança é um sentimento que naturalmente brota no ser humano quando este é lesado deliberadamente por outro.
  • A vingança vem como um desejo de justiça, um instinto de defesa do ser humano, uma esperança de sossego com o acerto, no entanto, uma vez colocada em ação pode desencadear um tormento pela reprodução da violência.
  • Antropólogos apontam que a vingança tem o poder de despersuadir o agressor que temendo o troco pensa duas vezes antes de atacar.
See also:  Quem Ganhou O Bbb 21?

Não podemos assim evitar que este sentimento exista. E não podemos negar que ele exerce um papel regulador do abuso ao mesmo tempo em que pode ser propagador. Como regulador, a consciência da vingança inibe o agressor pelo da retaliação. Como propagadora uma vez executada, pode reascender a selvageria, já que o principal objetivo da vingança é lesar o outro assim ou mais do que se sentiu lesado.

  1. No entanto, todo ser humano nasce com o instinto a atacar contra, quando se sente agredido.
  2. Podemos observar o ímpeto de vingança em uma muito pequena que ao ser lesada tende a rapidamente, se não dominada pelo a revidar.
  3. Tendo sua função de preservação, mas necessitando ser regulada a fim de que não prevaleça à lei das selvas o homem repassa a justiça o poder de acertar as contas.

A acepção da vingança é repassada a punição. A justiça diferente da vingança tem por objetivo seguir os princípios éticos de seu povo. Aquele que cometer um ato que ocasione um dano a outrem deverá ser enquadrado nas leis, ter um prejuízo, ou seja, a punição a fim de que a ordem seja instituída.

  1. Entende a sociedade que a punição deverá ser feita por um terceiro, neste caso a justiça, até por que a dor da ferida causada pelo outro, atrapalha para que a própria pessoa estabeleça a medida certa da pena que o agressor deve sofrer pelo que fez.
  2. É necessário que outro o faça, é necessário que as regras de convívio sejam preservadas e o castigo a quem os viola seja determinada por outro que com distanciamento necessário poderá medir a dose correta.

A justiça tem a função de garantir os direitos individuais, coletivos e sociais. Quando funciona bem, estimula que as pessoas deleguem a ela o poder de decidir pela pena ao agressor. Que a justiça se encarregue de acertar as contas! No entanto quando esta falha, acaba por estimular os indivíduos à resolução privada de seus conflitos.

A punição ao agressor pode aliviar a ferida ao ego da vitima. Quando isto não acontece à pessoa tende a encontrar dificuldade em diminuir internamente as forças agressivas ativadas pelo dano sofrido. Se não consegue uma saída, canalizando ou até mesmo elaborando estes sentimentos, esta raiva contida volta-se contra si, com uma ação autodestrutiva desenvolvendo, por exemplo, doenças psicossomáticas ou a O rancor tem uma ação corrosiva para o ser humano mais do que outros sentimentos negativos.

Em alguns casos esta energia acumulada alcança uma descarga que ocorre através da sublimação, ou seja, permite ser canalizada e assim descarregada por meios socialmente aceitos e que não tragam prejuízo a outrem nem mesmo a própria pessoa. Assim sendo promove um alivio da tensão.

  • A manifestação da vingança difere entre as pessoas, uma vez que esta relacionada a características psicológicas individuais de cada um.
  • Alguns são mais propensos a sentimentos mais intensos de vingança do que outros.
  • É sabido que o Homem componente da sociedade espera a vingança da sociedade contra aquele que não a honra.

A honra será reparada através das penas. E este é o objetivo principal: a preservação não só do individuo lesado, mas também da própria sociedade. Almeja-se desta forma a autoconservação imprescindível da sociedade.

  • Indicação de Filme:
  • Nome: Oldboy
  • Direção: Park Chan-wook e Min-sik choi
  • Gênero: Suspense, drama
  • Ano: 2003
  • País: Coreia do Sul
  • Texto de autoria de Rosângela Martins – Todos os direitos reservados Psicóloga Porto Alegre
  • CRP 07/05917

: O Sentimento de Vingança

Como se comporta uma pessoa vingativa?

Entendendo o perfil vingativo – Tenho certeza que você já ouviu falar na seguinte frase: “A vingança é um prato que se come frio”. Ela quer dizer que ao ser atingido por acontecimentos ou por atitudes de pessoas que acabaram prejudicando determinado indivíduo, a tendência é que este arquitete formas de devolver na mesma medida, ou ainda pior, o que lhe foi feito, com o intuito de se vingar e se sentir melhor.

  1. Esta é a descrição de uma pessoa que alimenta o sentimento de vingança em si.
  2. São indivíduos que geralmente sentem bastante raiva, ódio, rancor, inveja, vontade de revidar sempre, com intenso desequilíbrio emocional, ou seja, que não possuem a habilidade de controlar aquilo que mais pode lhes prejudicar, que são as emoções e sentimentos negativos, cultivados constantemente.

Além disso, este tipo de pessoa é extremamente pessimista, pois nunca acredita que as coisas podem dar certo, tanto em sua vida, quanto na vida das pessoas ao seu redor. Por acreditarem nisso e por cultivarem o sentimentos que citei acima, entre muitos outros, indivíduos com este perfil não enxergam na vida a possibilidade de serem felizes e realizados, e acabam tentando fazer com os outros também não os sejam.

See also:  Como Que Fala Tudo Bem Em InglS?

Como lidar com o sentimento de vingança?

Como se livrar do desejo de vingança – Psicóloga: Para cada pessoa haverá uma necessidade, talvez devido as suas características ou as características do que motiva esta vingança. Algumas opções que podem servir para algumas pessoas, podem ser: – Reconstruir a imagem de quem o agrediu.

Pode valer a pena entender como e porque esta pessoa fez o que fez. Muitas vezes quando percebemos a fragilidade no outro (quando de fato houver) nossa raiva diminue. Por exemplo, você pode morrer de raiva quando lhe pisam no pé dentro do ônibus, mas ao olhar para a pessoa e perceber que ela é deficiente física e tem muita dificuldade em se locomover dentro do ônibus a dor no dedão do pé se torna muito mais suportável.

– Praticar o perdão no sentido menos romântico e mais racional possível, ou seja, perdoar não é fazer de conta que nada aconteceu, nem desmerecer sua própria dor. – Aprender. Você pode identificar meios de não cair mais em armadilhas que levem a situações parecidas com as que te fez sofrer.

É errado se vingar de alguém?

7 motivos pra você nem sequer pensar em vingança Continua após publicidade TV Globo/ Divulgação (/) Continua após publicidade Obsessiva, Nina não pensa em outra coisa a não ser humilhar Carminha Foto: Rede Globo / Divulgação Diz o ditado que vingança é um prato que se come frio. Deve ser planejada e causar um efeito tão ruim (ou pior) que o provocado.

  1. Um exemplo disso está na trama global Avenida Brasil, em que Nina (Débora Falabella) despeja sua fúria sobre a carrasca de infância, Carminha (Adriana Esteves).
  2. Parece que Nina faz justiça, mas não é por aí “A vingança traz sérias repercussões psicológicas e também para o corpo e para o aspecto social da pessoa que se vinga.

É um sentimento ruim, que enferruja a alma”, explica o pesquisador comportamental Ricardo Menezi. “A Nina, por exemplo, compromete a relação com a família em prol da vingança.” Entenda melhor por que não vale a pena se vingar: 1. Não dá pra ser feliz O sentimento de vingança ocupa a mente de tal forma que não deixa espaço pra mais nada! “A pessoa pode até ter motivo pra fcar feliz com alguma coisa, mas não consegue”, comenta Ricardo.2.

  • A vingança traz pessimismo, ódio, ressentimento “Essas sensações vão enferrujando a alma”, diz o especialista.
  • 3. Poço de doenças
  • A vontade de se vingar gera vários males, como ansiedade, depressão e transtorno obsessivo compulsivo (TOC).
  • 4. Isolamento Social

Outro mal comum entre os vingativos é a fobia social. “Eles param de se relacionar com as pessoas, se afastam dos amigos e da família. Agem assim porque pensam que, se não o fizerem, vão perder o foco na vida, que é se vingar”, explica o pesquisador. Continua após a publicidade 5.

  1. 6. Mais e mais doenças
  2. Níveis altos de estresse detonam problemas nas vias respiratórias, na pele, no coração, no sistema digestivo “A pessoa passa a implodir por dentro.”
  3. 7. Um futuro nada legal

Continua após a publicidade “Ao olhar para trás, na velhice, é duro notar que sua vida foi motivada pela vingança e não por sentimentos nobres”, alerta Ricardo. Então, deixe as coisas ruins no passado! A melhor notícia da Black Friday Receba CLAUDIA impressa e tenha acesso digital a todos os títulos e acervos Abril. E mais: Aproveite uma experiência com menos anúncio digital! É o melhor preço do ano! : 7 motivos pra você nem sequer pensar em vingança

É crime matar por vingança?

Doutrina – “Prevalece o entendimento jurisprudencial de que a vingança, por si só, não configura motivo torpe, salvo quando comprovado que tal sentimento restou inspirado por razões injustificáveis e repugnantes.” (SCHMITT, Ricardo Augusto. Sentença Penal Condenatória : Teoria e Prática.7.

ed. Salvador: Juspodivm, 2012.p.209). _ “A vingança não caracteriza automaticamente a torpeza. Será ou não torpe, dependendo do motivo que levou o indivíduo a vingar-se de alguém. Exemplos: (1) Não é torpe a conduta do pai que mata o estuprador de sua filha. Ao contrário, trata-se de relevante valor moral (privilégio), nos moldes do art.121, § 1º, do CP; e (2) É torpe o ato de um traficante consistente em matar outro vendedor de drogas que havia, no passado, dominado o controle do tráfico na favela então gerenciada pelo assassino.” (MASSON, Cleber.

Código Penal Comentado,2. ed. Rio de Janeiro: Forense; São Paulo: Método, 2014.p.318). (grifo no original) _ “(.) A vingança não pode ser considerada sempre motivo torpe (tudo depende de cada caso concreto). Quem por vingança mata o estuprador da filha não comete o crime por motivo torpe (ao contrário, relevante valor moral).” (GOMES, Luiz Flávio; MOLINA, Antonio García-Pablos de.

See also:  Quem Fundou A Cultura Racional?

É errado querer vingança?

7 motivos pra você nem sequer pensar em vingança Continua após publicidade TV Globo/ Divulgação (/) Continua após publicidade Obsessiva, Nina não pensa em outra coisa a não ser humilhar Carminha Foto: Rede Globo / Divulgação Diz o ditado que vingança é um prato que se come frio. Deve ser planejada e causar um efeito tão ruim (ou pior) que o provocado.

  • Um exemplo disso está na trama global Avenida Brasil, em que Nina (Débora Falabella) despeja sua fúria sobre a carrasca de infância, Carminha (Adriana Esteves).
  • Parece que Nina faz justiça, mas não é por aí “A vingança traz sérias repercussões psicológicas e também para o corpo e para o aspecto social da pessoa que se vinga.

É um sentimento ruim, que enferruja a alma”, explica o pesquisador comportamental Ricardo Menezi. “A Nina, por exemplo, compromete a relação com a família em prol da vingança.” Entenda melhor por que não vale a pena se vingar: 1. Não dá pra ser feliz O sentimento de vingança ocupa a mente de tal forma que não deixa espaço pra mais nada! “A pessoa pode até ter motivo pra fcar feliz com alguma coisa, mas não consegue”, comenta Ricardo.2.

  • A vingança traz pessimismo, ódio, ressentimento “Essas sensações vão enferrujando a alma”, diz o especialista.
  • 3. Poço de doenças
  • A vontade de se vingar gera vários males, como ansiedade, depressão e transtorno obsessivo compulsivo (TOC).
  • 4. Isolamento Social

Outro mal comum entre os vingativos é a fobia social. “Eles param de se relacionar com as pessoas, se afastam dos amigos e da família. Agem assim porque pensam que, se não o fizerem, vão perder o foco na vida, que é se vingar”, explica o pesquisador. Continua após a publicidade 5.

  1. 6. Mais e mais doenças
  2. Níveis altos de estresse detonam problemas nas vias respiratórias, na pele, no coração, no sistema digestivo “A pessoa passa a implodir por dentro.”
  3. 7. Um futuro nada legal

Continua após a publicidade “Ao olhar para trás, na velhice, é duro notar que sua vida foi motivada pela vingança e não por sentimentos nobres”, alerta Ricardo. Então, deixe as coisas ruins no passado! A melhor notícia da Black Friday Receba CLAUDIA impressa e tenha acesso digital a todos os títulos e acervos Abril. E mais: Aproveite uma experiência com menos anúncio digital! É o melhor preço do ano! : 7 motivos pra você nem sequer pensar em vingança

O que é vingança pessoal?

862) chama isto de vingança e a define como: ‘ a tentativa de uma pessoa, com algum custo ou risco para si mesmo, de impor sofrimento sobre aqueles que a fizeram sofrer ‘. Essa dinâmica de retaliação desempenha um papel importante na regulação do comportamento humano.

O que é a vingança privada?

Vingança Privada Foi um período marcado por lutas acirradas entre famílias e tribos, acarretando um enfraquecimento e até a extinção das mesmas. Deu-se então o surgimento de regras para evitar o aniquilamento total e assim foi obtida a primeira conquista no âmbito repressivo: a Lei de Talião (jus talionis).

Quais são os tipos de vingança?

E segundo Cleber Masson (2017) são elas: vingança divina, vingança privada e vingança pública.

Porque a vingança é boa?

Os efeitos a longo prazo de Vingança – Muitas vezes acreditamos que se vingar funciona como uma forma de liberação emocional que ajudaria a nos sentir melhor. Os filmes, novelas e seriados muitas vezes retratam o ato de vingança como uma forma de final feliz.

Mas, na realidade, vingança tem o efeito oposto. Mesmo que os primeiros momentos sejam gratificantes, os cientistas psicólogos descobriram que, em vez de extinguir hostilidade, a vingança prolonga o dissabor da infração inicial, ou seja ficamos mais angustiados ainda pelo dano que sofremos. Em vez de fazer justiça, vingança, muitas vezes cria um ciclo de retaliação.

Frases sobre vingança : “Um homem que medita vingança, mantém suas próprias feridas abertas, que de outra forma iriam curar.” -Francis Bacon

Tem vingança melhor do que ser feliz?

Tem vingança melhor do que ser feliz? No seu canto, sem deboche. Ser feliz fugindo de confusão, sem o objetivo de atingir ninguém!

O que é vingança para a psicologia?

A vingança tem um lado sadio, que é a necessidade de movimento, de ação quando alguém se percebe ameaçado, isto é o nosso lado mais primitivo, o instinto de sobrevivência. Este lado instintivo dá o alerta e nos mobiliza à reação.