Početna – ThaiConsulate

Tips, Reviews, Recommendations

Como Saber Qual Meu Windows?

Como eu sei qual é o meu Windows?

Encontrar informações do sistema operacional no Windows 8.1 ou no Windows RT 8.1 – Para descobrir qual versão do Windows seu dispositivo está executando, pressione a tecla do logotipo do Windows + R, digite winver no campo Abrir e selecione OK, Se seu dispositivo estiver executando o Windows 8.1 ou Windows RT 8.1, veja como saber mais:

  1. Se você estiver usando um dispositivo de toque, deslize o dedo para a esquerda, toque em Configurações e toque em Mudar configurações do computador, Continue para a etapa 3.
  2. Se estiver usando um mouse, aponte para o canto inferior direito da tela, mova o ponteiro do mouse para cima, clique em Configurações e em Mudar configurações do computador,
  3. Selecione Computador e dispositivos > Informações do Computador,
  4. Em Windows, você verá qual edição e versão do Windows seu dispositivo está executando.
  5. Em Computador > Tipo de sistema, você verá se está executando uma versão de 32 ou 64 bits do Windows.

Como Saber Qual Meu Windows

Onde fica o Windows no notebook?

Sabe aquela tecla com o logotipo do Windows, que fica entre o Ctrl e o Alt? Pois ela serve para bem mais do que simplesmente abrir o Menu Iniciar ao ser pressionada. Ela é uma ferramenta importante para navegar com mais agilidade pelo sistema operacional.

Como saber se o meu pc e 32 ou 64 bits?

1. Para abrir Sistema, clique no botão Iniciar, clique com o botão direito em Computador e clique em Propriedades.2. Em Sistema, é possível exibir o tipo de sistema.

Quantas versões têm o Windows?

Nascido nos anos 80 e com mais de 10 versões já lançadas, o Windows ainda é o SO mais popular do planeta, apesar de concorrentes, como Linux, macOS e o Android, disputando espaço no mercado.

Qual é a versão mais recente do Windows 10?

A versão final do Windows 10 é a versão 22H2, que chegará ao fim da manutenção em 14 de outubro de 2025.

Como saber qual a configuração do meu notebook?

Como ver as configurações do PC no Windows 10 Clique com o botão direito no ícone do menu Iniciar e escolha ‘Sistema’. Passo 2. No menu ‘Sobre’, que deverá abrir por padrão, é possível ver algumas informações como processador e memória RAM instalada.

Como abrir o Windows no notebook?

Na extremidade esquerda da barra de tarefas, selecione o ícone Iniciar. Pressione a tecla do logotipo do Windows no teclado.

Como saber qual o modelo do seu notebook?

O processo é simples. Basta ir na busca do Windows e procurar por ‘msinfo32’, sem as aspas, e clicar no resultado ‘Informações do Sistema’. Na tela que se abrirá será possível ver a fabricante e o modelo do seu notebook.

O que significa 32 ou 64 bits?

Do ponto de vista técnico, processadores de 32 bits têm a capacidade de processar ‘palavras’ (sequência de bits ) de até 32 bits, enquanto os de 64 bits podem trabalhar aquelas de até 64 bits, ou seja, o dobro de informações.

O que é o Windows 64 bits?

Diferença entre computadores de 32 bits e 64 bits – O termo “computador de 32 ou de 64 bits” diz respeito à arquitetura do processador e do sistema operacional empregados em uma determinada máquina. Ou seja, a maioria dos processadores atuais são capazes de processar dados e instruções de 64 ou de 32 bits. É muito comum que as plataformas possuam versões compatíveis com as duas arquiteturas. Como Saber Qual Meu Windows 32 ou 64 bits? Entenda a diferença entre arquitetura de computadores — Foto: Zíngara Lofrano/TechTudo Do ponto de vista técnico, processadores de 32 bits têm a capacidade de processar “palavras” (sequência de bits) de até 32 bits, enquanto os de 64 bits podem trabalhar aquelas de até 64 bits, ou seja, o dobro de informações. Como Saber Qual Meu Windows Processador Intel Core i7 suporta a arquitetura de 64 bits — Foto: Divulgação/Intel Dessa forma, a capacidade de um hardware do gênero poder trabalhar com uma quantidade maior de bits, não influenciará diretamente em sua velocidade de operação. Influencia em um melhor desempenho geral da plataforma (desde que este, também seja compatível com a arquitetura de 64 bits).

Em termos de sistemas operacionais, uma característica importante consiste no fato de as versões de 64 bits serem capazes de reconhecer uma quantidade maior de memória RAM do que as de 32 bits. Enquanto o Windows 7 Ultimate de 32 bits suporta o máximo de 4 GB de RAM, o outro reconhece memórias de até 192 GB.

Portanto, para que o seu sistema operacional possa usufruir de um melhor desempenho de processamento, não basta apenas que o seu computador tenha um processador compatível com uma arquitetura superior, mas também, que opere em 64 bits.

O que é um processador de 64 bits?

Computação de 64 bits Em termos de arquitetura de computadores, o termo “64 bits” é uma expressão usada para descrever inteiros, endereços de memória ou qualquer outro tipo de dado que tenha um tamanho de 64 bits, ou então para descrever arquiteturas de CPU e ALU baseadas em registradores, barramentos de dados e endereços com o tamanho de 64 bits.

Embora uma CPU possa ser de 64 bits internamente, seu barramento de dados, ou endereços, podem ter tamanhos diferentes (maiores ou menores). Muitas CPUs atuais de 32 bits utilizam barramentos de 64 bits, que as vezes são tratadas como 64 bits confundindo os usuários. Este termo também pode se referir ao tamanho de uma instrução no conjunto de instruções de uma arquitetura.

Sem uma qualificação definida, podemos dizer que uma arquitetura de computador descrita como sendo de 64 bits geralmente tem registradores inteiros de 64 bits que suporta dados (de 64 bits) tanto interna como externamente. (http://en.wikipedia.org/wiki/64-bit)

See also:  Como Saber Que O Amor Acabou?
A primeira CPU de 64 bits foi lançada comercialmente em 1990 pela MIPS Technologies. Em 1992, a DEC lança o chip Alpha para servidores atraindo a atenção de um mercado dominado pelas grandes mainframes. Com a extinção da DEC (comprada pela Compaq e posteriormente absorvida pela HP) a computação em 64 bits em micros “ressurgiu” com o desenvolvimento do processador Itanium (IA-64) pela Intel (http://www.intel.com) junto com a HP (http://www.hp.com) em 1994 sendo introduzido, depois de um longo período de gestação, no mercado por volta de 2001. Já na versão 2 (Itanium 2) seu uso ainda não está “popularizado” pois, devido ao seu alto custo, está limitado à servidores e grandes estações de trabalho.

table>

O início da computação de 64 bits para desktop (PC de mesa) iniciou em 2003 com o lançamento do processador Opteron (para servidores) da AMD (http://www.amd.com). O AMD Opteron não utiliza o conjunto de instruções do IA-64, mas extensões de 64 bits no conjunto existente da IA-32. Isto permitiu uma grande compatibilidade com os programas existentes e tornou fácil a coexistência da computação de 32 e 64 bits na mesma plataforma. Mas, infelizmente, o Opteron ainda era caro demais para uso popular e também ficou restrito ao uso em servidores.

Linha de tempo:

1990 MIPS Technologies A primeira CPU de 64 bits comercialmente lançada em 1991.
1992 A DEC lança o Alpha 21064, um processador de 64 bits (RISC) rodando à 200MHz.
1995 Primeira geração do SPARC64 (Fujitsu/Sun Microsystems).
1999 Lançamento da tecnologia x86-64 da AMD.
2001 Lançamento comercial do Itanium (Intel) para servidores. A Microsoft lança uma versão do Windows Server, específica para o Itanium.
2003 A AMD lança o Opteron e logo após o Athlon 64. A Apple aproveita o embalo lançando uma nova geração (g5) de suas máquinas com o chip PowerPC 970 da IBM/Motorola.
2004 Intel segue o sucesso da AMD lançando EM64T direcionando para PC desktop.
2005 A Intel lança o primeiro chip de núcleo duplo e a Microsoft lança a versão do Windows XP Professional x64. A Apple anuncia a migração para a plataforma Intel.

64 bits” x “extensões de 64 bits” Até então, os processadores de 64 bits estavam restritos apenas ao uso em servidores e grandes estações de trabalho (para computações gráficas, científicas e outras). Porém, em setembro de 2003, a AMD lançou o Athlon 64, que foi o primeiro processador “popular” para PC de mesa com suporte a 64 bits.

Este lançamento deu início à real computação de 64 bits para o usuário comum despertando a atenção de desenvolvedores de hardware/software para o novo “petisco” do mercado. A Microsoft, por sua vez, iniciou o desenvolvimento do Windows XP x64 para os novos processadores de 64 bits. O conjunto de instruções da arquitetura IA-64 (Intel Architecture 64 bits) é completamente diferente do conjunto de instruções da arquitetura IA-32 (Intel Architecture 32 bits) utilizado nos processadores padrão AMD e Intel.

O Itanium foi desenvolvido com uma arquitetura real de 64 bits, já os novos processadores da AMD (Opteron e Athlon 64) e da Intel (extensões EM64T), são “extensões” da arquitetura IA-32.

Embora ambos processadores Opteron e Athlon 64 suportem as extensões de 64 bits, a característica mais curiosa em torno deste lançamento é que a AMD liberou estas extensões antes da Intel. Na época, a grande dúvida era se a Intel ia ficar parada ou iria lançar outro conjunto de instruções para invalidar a estratégia da AMD. Mas para surpresa geral, em 2004, a Intel lançou o primeiro Pentium 4 com extensão 64 bits, que usava as mesmas extensões da AMD!

A AMD chama suas extensões de tecnologia AMD64 enquanto que a Intel chama as suas de EM64T (Extended Memory 64 Technology). A Microsoft e outros desenvolvedores se referem às mesmas extensões como x64, principalmente para diferenciá-las da arquitetura IA-64, que é completamente diferente.

Diferenças entre os processadores AMD64 x EM64T De um modo geral, podemos descrever um processador de 64 bits como um processador capaz de endereçar 64 bits de espaço “virtual” de memória podendo armazenar dados em um formato de 64 bits e realizar operações aritméticas com operandos de 64 bits. Além disso, um processador de 64 bits possui registros “genéricos” (general purpose register – GPR), e unidades (ALU) com tamanho de 64 bits.

O Itanium possui todas estas características o que, por definição, coloca-o na categoria de um processador de 64 bits. A discussão se as extensões AMD64 e EM64T são realmente processadores de 64 bits pode ser confusa para alguns, pois a Intel chama sua arquitetura de “Extended Memory 64 Technology”, que se sabe ser apenas uma extensão do conjunto de instruções da arquitetura IA-32.

Enfim, estes processadores são realmente de 64 bits? Se a visão do processamento de 64 bits corresponder aos elementos citados anteriormente, então podemos aceitar sem problemas um sim como resposta. Quando estes processadores operam no modo 64 bits, o endereçamento é de 64 bits, os registros genéricos GPRs são de 64 bits e todas as unidades ALU são capazes de processar dados de 64 bits.

É bom notar que, embora as arquiteturas IA-64, EM64T e AMD64 sejam todas de 64 bits, elas não são compatíveis!! As extensões de 64 bits usadas pela AMD e Intel são virtualmente idênticas (com exceção de umas poucas instruções como 3Dnow! da AMD), e não devem apresentar muitos problemas de compatibilidade nos programas.

  • Programas escritos e compilados para um, geralmente rodarão corretamente no outro.
  • Como a arquitetura IA-64 utiliza um conjunto de instruções completamente diferente dos estendidos, os programas de 64 bits escritos para o Itanium não rodarão nos processadores estendidos, e vice-versa.
  • Apenas duas instruções foram identificadas em uma versão da arquitetura AMD64 que não aparecem na arquitetura EM64T, como informa Tom Halfhill, editor chefe da MicroProcessor Report (http://www.mdronline.com/mpr_public/about.asp).
See also:  Como Falar Que Bom Em InglS?

A AMD64 utiliza duas instruções para melhorar a execução multi-tarefas entre programas (e outras atribuições). Quando um usuário muda de um programa para outro, o sistema operacional armazena dados temporariamente em certas “áreas” do processador. Estes dados são recarregados quando o usuário volta para o programa anterior.

  • Estas duas instruções extras permitem que os dados sejam armazenados (ou lidos) em grupos e não como elementos individuais.
  • Segundo Halfhil, isto melhora muito pouco o desempenho geral do sistema.
  • A migração para o endereçamento de 64 bits aumenta o espaço de memória exponencialmente.
  • O pico teórico de endereçamento em 64 bits é de 16 EB (exabytes(1)), que é considerado um número extremamente grande.

Na prática, o processador AMD64 permite um endereçamento físico de até 40 bits, ou 1 TB (terabyte), e de até 48 bits, ou 256 TB de endereçamento virtual. Já dá para perceber que estes valores só terão algum sentido válido se o sistema tiver instalado estes números exorbitantes de memória física! Um outro problema com a arquitetura IA-32 é o número de registradores genéricos GPRs (General-purpose-registers) disponíveis.

Basicamente, os registradores são “áreas” locais dentro do processador onde os programas podem armazenar dados com acesso super rápido. Os dados armazenados nos registradores são rapidamente acessíveis para reutilização, sendo mais rápidos que caches em chips. A arquitetura IA-32 só fornece 8 registradores GPRs, e o que, geralmente, é considerado um número pequeno.

Só para comparação, a arquitetura do processador PowerPC 604 (RISC) tem 32 registradores GPRs. Sem um número suficiente de registradores para tarefas, os compiladores para a IA-32 acabam gastando mais tempo montando códigos direcionados a espalhar os dados na memória para permitir que os dados certos estejam disponíveis para uma determinada operação.

Este procedimento acaba criando um overhead que diminui o desempenho do processamento. Para aliviar este gargalo, as extensões AMD64 e EM64T incluem mais 8 registradores GPRs totalizando 16, e não estão limitados ao tamanho de 32 bits – todos os 16 podem armazenar dados com 64 bits. Além destes novos registradores, as extensões 64 também incluem 8 novos registradores SSE/SSE2 (2) de 128 bits (totalizando 16).

O ganho de desempenho com os 16 registradores GPRs disponíveis irá variar dependendo da complexidade do código em execução. Programas que requerem um processamento mais intenso com loops profundos, como na maioria dos programas científicos, irão experimentar níveis mais altos de uso dos registradores do que os algoritmos mais simples utilizados pela maioria dos programas.

  1. Isto significa que programas de 64 bits podem não apresentar vantagem de desempenho sobre as mesmas versões de 32 bits.
  2. A FPU (Floating Point Unit) x87 da arquitetura IA-32 sempre foi considerada como sendo um ponto fraco das arquiteturas x86 se comparada ao design da arquitetura RISC.
  3. O conjunto de instruções SSE2 (2) substituiu o modelo do x87 por um mais moderno, mas na prática, as extensões 64 rodando no modo 64 bits produzirão resultados de ponto flutuante como a maioria das CPUs RISC.

Com a migração para 64 bits (e a eliminação de funcionalidades como MMX, 3DNow! e da FPU x87), os programas na plataforma MS-Windows que tiverem trechos de código assembler em linha na codificação final não irão rodar no Windows x64. Isto significa que estes programas, incluindo jogos, com estes tipos de segmentos de código inline poderão ter que sacrificar estas otimizações quando portados para 64 bits.

Como mudar o sistema operacional para 64 bits?

5. Compatibilidade entre drivers e programas de 32 bits com sistemas de 64 bits – Um dos primeiros pontos a serem observados por quem deseja migrar para um sistema operacional de 64 bits é a adoção de drivers compatíveis com essa arquitetura. Por exemplo, para que um dispositivo de hardware possa ser reconhecido por uma versão do Windows 7 Ultimate de 64 bits, é fundamental a instalação de drivers desenvolvidos especificamente para a versão. Como Saber Qual Meu Windows Ubuntu 32 bits — Foto: Reprodução/Helito Bijora Quando o assunto diz respeito a programas, a princípio, os desenvolvidos para uma arquitetura de 32 bits podem ser executados normalmente em um sistema operacional de 64 bits. Porém, neste caso, se esses softwares possuírem drivers incorporados podem ocorrer erros e mau funcionamento. Como Saber Qual Meu Windows Descubra se seu PC é 32 ou 64 bits — Foto: Reprodução/Unsplash/Austin Distel Desse modo, para que não ocorra nenhum problema quanto a drivers incorporados, é importante adquirir um software específico para a arquitetura de seu sistema operacional. Além disso, o usuário tem um melhor desempenho ao executar programas de 64 bits em computadores de 64 bits.

Caso não esteja satisfeito com a sua versão do Windows de 32 bits, por exemplo, e queira trocar para uma versão de 64 bits, saiba que a mudança não pode ser realizada via atualização. Conforme o centro de suporte da Microsoft, você só pode atualizar uma versão do sistema operacional para outra de mesma arquitetura.

Portanto, na hora de escolher qual versão de plataforma for adotar em seu computador, o usuário deve ficar atento aos detalhes de sua arquitetura. Vale decidir pela arquitetura que for mais adequada ao seu perfil de uso. Como Saber Qual Meu Windows Veja se seu sistema operacional é 32 ou 64 bits — Foto: Kaitlyn Baker/ Unsplash

Como mudar a versão do Windows de 32 para 64 bits?

Atualizar o Windows 10 32 Bits para 64 Bits. Olá, tudo bem? Bem-vindo à Comunidade Microsoft! Vejo que gostaria de atualizar a versão de 32 Bits para 64 Bits do Windows 10. Murilo, não é possível atualizar uma versão de 32 Bits para outra de 64 Bits. Para ter a versão de 64 Bits você terá que efetuar uma instalação limpa do sistema, ou seja, formatar a unidade e instalar o Windows em 64 Bits.

  1. Para efetuar uma instalação limpa, você deverá levar em consideração, a edição que você possui atualmente.
  2. Se atualizou a partir do Windows 7, então você deve ter atualmente a edição Home ou Professional.
  3. Deve levar em consideração também os,
  4. Garantindo todas estas informações, e realizando um backup dos seus arquivos, então basta seguir os passos indicados no tópico abaixo para uma instalação limpa: Se foi solucionado, ou se a sua dúvida foi esclarecida, por gentileza, clique em Sim na questão Isso resolveu o seu problema? ou marque como resposta.
See also:  Qual Melhor RemDio Para Emagrecer?

Pois outras pessoas podem estar com a mesma dificuldade e assim poderá ajudá-las. Aguardamos o seu retorno, até mais! Tipo de abuso Assédios ou ameaças Conteúdo inapropriado/adulto Nudez Profanação Pirataria de software SPAM/Propaganda Perigo de vírus/spyware/malware Outra Violação dos Termos de Uso ou do Código de Conduta Exploração ou abuso de crianças Assédio é qualquer comportamento com a intenção de perturbar ou incomodar uma pessoa ou grupo de pessoas.

Ameaças incluem qualquer ameaça de suicídio, violência ou lesão a outra pessoa. Qualquer conteúdo de tema adulto ou inapropriado a um site da comunidade. Qualquer imagem, link ou discussão sobre nudez. Qualquer comportamento que é insultuoso, rude, vulgar, profano, ou mostre desrespeito. Qualquer comportamento que pareça violar os Contratos de Licença do Usuário Final, incluindo o fornecimento de chaves de produto ou links para softwares piratas.

Email em massa não solicitado ou propaganda em massa. Qualquer link ou apoio a vírus, spyware, malware ou sites de phishing. Qualquer outro conteúdo ou comportamento inapropriado, conforme definido pelos Termos de Uso ou Código de Conduta. Qualquer imagem, link ou discussão relacionada a pornografia infantil, nudez infantil ou outro abuso ou exploração de crianças.

Detalhes (necessário): 250 caracteres restantes 23 pessoas consideraram esta resposta útil · A resposta foi útil? Desculpe se isso não ajudou. Excelente! Obrigado por seus comentários. Qual o seu grau de satisfação com esta resposta? Obrigado por seus comentários. Isso nos ajuda a melhorar o site. Qual o seu grau de satisfação com esta resposta? Obrigado por seus comentários.

: Atualizar o Windows 10 32 Bits para 64 Bits.

Qual é o Windows mais usado?

Windows 10 – Como Saber Qual Meu Windows Windows 10 é o mais popular atualmente. Fonte: Unsplash Versão do Windows mais usada atualmente, a edição chegou para recuperar o prestígio perdido após as falhas do Windows 8. Login por digital e reconhecimento facial, o navegador Edge, a assistente virtual Cortana e o aguardado retorno do menu Iniciar foram algumas das novidades que estrearam em julho de 2015.

Qual versão do Windows é gratuito?

É importante lembrar também que o Windows 10 é de graça, mas tem algumas limitações, como trocar o Wallpaper, por exemplo.

Qual a diferença entre o Windows 10 e 11?

Windows 11: Desempenho. Por padrão, o Windows 11 tem muito menos aplicativos em execução nos bastidores do que o Windows 10. O Windows 11 tem um novo algoritmo de alocação de recursos, que permite que o sistema priorize melhor os aplicativos em primeiro plano.

Quando o Windows 10 será descontinuado?

Neste artigo – Pesquise aqui o ciclo de vida de seu produto. Conforme documentado nas páginas do ciclo de vida do Windows 10 Enterprise e Education e do Windows 10 Home e Pro, o Windows 10 chegará ao fim do suporte em 14 de outubro de 2025. A versão atual, 22H2, será a versão final do Windows 10. As edições a seguir continuarão obtendo suporte com versões mensais de atualização de segurança até essa data:

Home Pro Pro Education Pro for Workstations Education Enterprise Enterprise multisessão

As versões LTSC existentes continuarão a receber atualizações além dessa data com base em seus ciclos de vida específicos.

Quanto custa a licença do Windows 11?

Quanto custa fazer o upgrade do Windows 10 para o Windows 11? É grátis.

Como saber qual é o meu Windows Pelo cmd?

Pressione a tecla com o logotipo do Windows + a tecla Q no teclado. Na caixa de pesquisa, digite: cmd. Clique na opção Prompt de Comando ou cmd da lista. Na janela do prompt de comando, digite: systeminfo.

Como atualizar o Windows para o 11?

Instale o Windows 11 – Como Saber Qual Meu Windows Depois que a atualização do Windows 11 for testada e validada para seu PC específico, o Windows Update indicará que ele está pronto para instalação. Para verificar se o Windows 11 está pronto para o seu dispositivo, acesse Iniciar > Configurações > Atualização e segurança > Windows Update e selecione Verificar atualizações, Se a atualização estiver disponível para o seu dispositivo e você quiser continuar, baixe e instale-a. Observação: Baixar e instalar o Windows 11 provavelmente levará mais tempo do que uma atualização típica do Windows 10. Você pode usar seu PC enquanto estiver baixando-o, e você tem a opção de programar a instalação para acontecer em um momento específico quando não estiver planejando usar seu PC.

Como ver as configurações do Windows 10?

Como ver as configurações do PC no Windows 10 Clique com o botão direito no ícone do menu Iniciar e escolha ‘Sistema’. Passo 2. No menu ‘Sobre’, que deverá abrir por padrão, é possível ver algumas informações como processador e memória RAM instalada.