Početna – ThaiConsulate

Tips, Reviews, Recommendations

Biodex Para Que Serve?

Quais são os benefícios do Biodex?

BIODEX comprimido é indicado para cães e gatos como anti-inflamatório, antialérgico e antirreumático nas afecções tais como: dermatites inespecíficas, tendinites, artrites, reumatismos articulares e musculares, gonites, paresia posterior e complicações inflamatórias decorrentes de afecções traumáticas.

Quando usar Biodex?

Detalhes do Produto INDICAÇÕES: Indicado para cães e gatos como anti-inflamatório, antipruriginoso e antirreumático nas afecções como:dermatites inespecíficas, tendinites, artrites, reumatismos articulares e musculares, gonites, paresia posterior, complicações inflamatórias de afecções traumáticas.

MODO DE USAR E DOSAGENS: Administrar por via oral: Cães de pequeno porte: 1/2 a 1 comprimido. Cães de médio porte: 1 a 2 comprimidos. Cães de grande porte: 3 comprimidos. Gatos: 1/2 a 1 comprimido. Observação Administrar em uma dose ou dividida em duas vezes ao dia. Aplicar durante 7 dias consecutivos ou à critério do Médico Veterinário.

COMPOSIÇÃO: Dexametasona(acetato): 0,5mg Excipiente q.s.p.: 93,0g APRESENTAÇÃO: Embalagem contendo 20 comprimidos. Código de Barras 7898416700484 – Biodex – 20 Comprimido

Para que que serve o Biodex para cães?

O Vermífugo Biovet Vermivet Composto 600 mg para Cães é um vermifugo indicado no tratamento e controle das principais verminoses que acometem os cachorros e possui comprovada eficácia contra os agentes etiológicos.

Quanto tempo leva para o Biodex fazer efeito?

BIODEX 10ML – Mundo dos Bichos R$ 9,50 Como usar o Biodex injetável? MODO DE USAR : Administrar por via intramuscular ou intravenosa. Alterações no MODO DE USAR e POSOLOGIA poderão ser efetuadas conforme orientação do Médico Veterinário. *Equivalente a 3,8mg de dexametasona base.

Quanto tempo o Biodex leva para fazer efeito? Aplicar durante 7 dias consecutivos ou até obter resposta terapêutica. Quando esta resposta for atingida, a dosagem deve ser diminuída gradativamente, numa media de 0,125mg (1/4 comprimido) por dia, até que uma dose de manutenção seja estabelecida pelo Médico Veterinário de acordo com a evolução do caso.

Qual é a composição do Biodex? BIODEX Comprimido é um potente anti-inflamatório, indicado nos tratamentos que necessitem de respostas imediatas. Fórmula:

Dexametasona (acetato) 0,5mg
Veículo q.s.p. 120,0mg

CARTÕES ACEITOS Indicado para cães e gatos como anti-inflamatório, antipruriginoso e antirreumático nas afecções como:dermatites inespecíficas, tendinites, artrites, reumatismos articulares e musculares, gonites, paresia posterior, complicações inflamatórias de afecções traumáticas.

Quais os efeitos colaterais do Biodex?

Possíveis efeitos colaterais – Como qualquer corticoide, o biodex pode causar alguns efeitos colaterais como: respiração ofegante, aumento da sede, fome excessiva e aumento da fome. Se for usado por um período muito prolongado e sem supervisão de um veterinário, pode fazer com que o animal fique mais vulnerável a infecções, aumente o peso, tenha alterações do pelo e/ou desenvolva diabetes.

Quantos dias tomar Biodex?

Medicamento Anti-Inflamatório Biodex é um potente anti-inflamatório, indicado nos tratamentos que necessitem de respostas imediatas. Utilizado como antipruriginoso e antirreumático nas afecções tais como: dermatites inespecíficas, tendinites, artrites, reumatismos articulares e musculares, gonites, paresia posterior, complicações inflamatórias de afecções traumáticas.

  1. Modo de Usar: Administrar por via oral em dose única ou dividida em duas vezes ao dia.
  2. Administrar durante 7 dias consecutivos ou até obter resposta terapêutica.
  3. Quando esta resposta for atingida, a dosagem deve ser diminuida gradativamente, numa medida de 0,125mg (1/4 comprimido) por dia, até que uma dose de manutenção seja estabelecida pelo Médico Veterinário de acordo com a evolução do caso.

Posologia: Cães de Pequeno Porte – 1/2 a 1 Comprimido Cães de Médio Porte – 1 a 2 Comprimidos Cães de Grande Porte – 3 Comprimidos Gatos – 1/2 a 1 Comprimido Fórmula: Cada comprimido de 120mg contém: Dexametasona (acetato) – 0,5mg Excipiente q.s.p – 120,0mg Precauções: Não administrar o produto aos animais com nefrite crônica ou hipercorticismo (Síndrome de Cushing).

Qual é o melhor antialérgico para cachorro?

Alergia em cachorro: como tratar – Uma vez que existem diversas formas do animal adquirir dermatite, também existem várias formas de tratamento para curar a doença. Antes de iniciar as formas de tratamento e recomendar um remédio para a alergia do cachorro, o médico veterinário deverá realizar alguns exames para descobrir a causa da dermatite no cachorro.

See also:  Quem Nasce Em Novembro Que Signo?

Medicação : É possível a utilização de remédio para dermatite canina, como um antialérgico para cachorro e anti-inflamatório para cachorro. Entre os antialérgicos mais comuns receitados pelos médicos veterinários, estão o apoquel e o alergovet. Além disso, existem shampoos que possuem compostos que acalmam a irritação da pele e acabam diminuindo a inflamação no corpo do animal. O ato de dar banho no seu animal já pode ajudar bastante, pois o banho pode eliminar os agentes causadores da dermatite, como pulgas. O médico veterinário também pode indicar terapias antimicrobianas, antifúngicas e tratamentos de imunoterapia. Restrições Alimentares : Como a dieta do animal pode estar provocando o quadro de dermatite, é uma boa opção realizar algumas restrições de alimentos da rotina do cachorro. É importante entender que a alergia pode ser de algum alimento que o animal estava costumado a comer antes, porém com o tempo desenvolveu alergia. Converse com seu médico veterinário para conseguirem montar uma dieta ao seu cachorro, livre de alimentos que possam provocar alergias. Controle de pulgas e carrapatos : Como esses parasitas podem acabar provocando dermatite no animal, é importante você impedir o contato deles como o seu cachorro. Existem diversos produtos como shampoos, loções e até remédios caseiros para alergia em cachorros que você pode utilizar para eliminar esses parasitas do corpo do peludo e do ambiente que ele costuma frequentar.

Existem casos em que o cachorro possa ter dermatite atópica, Nessas situações a dermatite não tem cura, mas os sintomas ainda podem ser tratados com o cuidado frequente com loções e medicamentos ao seu animal, permitindo que ele continua com saúde e qualidade de vida.

Qual é a composição do Biodex?

Fórmula:

Dexametasona (acetato) 0,5mg
Veículo q.s.p. 120,0mg

Quanto tempo posso dar Biodex para o cachorro?

Aplicar durante 7 dias consecutivos ou à critério do Médico Veterinário.

Como devo dar o Biodex para cachorro?

Cães de médio porte: 1 a 2 comprimidos. Cães de grande porte: 3 comprimidos. Gatos: 1/2 a 1 comprimido. Administrar em uma dose ou dividida em duas vezes ao dia.

Onde aplicar Biodex em cachorro?

Como posso administrar o Biodex Injetável no meu cão? O Biodex pode ser administrado por via intramuscular ou intravenosa, garantindo um tratamento seguro e eficaz.

Quantas vezes aplicar Biodex?

Administrar em uma dose ou dividida em duas vezes ao dia. Aplicar durante 7 dias consecutivos ou à critério do Médico Veterinário.

Quais são os efeitos colaterais da dexametasona?

Efeitos colaterais da dexametasona – A literatura cita as seguintes reações adversas, sem frequência conhecida:

Distúrbios líquidos e eletrolíticos: retenção de sódio, retenção de líquido, insuficiência cardíaca congestiva em pacientes suscetíveis, perda de potássio, alcalose hipocalêmica e hipertensão (aumento da pressão arterial). Musculoesqueléticas: fraqueza muscular, miopatia esteroide (doença muscular), perda de massa muscular, osteoporose (doença que atinge os ossos), fraturas por compressão vertebral, necrose asséptica das cabeças femorais e umerais, fratura patológica dos ossos longos e ruptura de tendão. Gastrintestinais: úlcera péptica com eventual perfuração e hemorragia subsequentes, perfuração de intestino grosso e delgado, particularmente em pacientes com doença intestinal inflamatória, pancreatite (inflamação do pâncreas), distensão abdominal e esofagite ulcerativa (inflamação do esôfago com formação de ferida). Dermatológicos: retardo na cicatrização de feridas, adelgaçamento e fragilidade da pele, acne (espinha), petéquias e equimoses (manchas vermelhas na pele), eritema (vermelhidão), hipersudorese (aumento do suor), possível supressão das reações aos testes cutâneos, reações cutâneas outras, tais como: dermatite alérgica (reação alérgica da pele), urticária (erupção na pele causando coceira) e edema angioneurótico (inchaço súbito da pele e membranas causando coceira e vermelhidão). Neurológicos: convulsões, aumento da pressão intracraniana com papiledema (pseudotumor cerebral, geralmente após tratamento), vertigem (enjoo), cefaleia (dor de cabeça), distúrbios psíquicos. Psiquiátricos: depressão, euforia e distúrbios psicóticos. Endócrinos: irregularidades menstruais, desenvolvimento de estado cushingoide (caracterizado pela face arredondada e distribuição irregular de gordura), supressão do crescimento da criança, ausência secundária da resposta adrenocortical e hipofisária, mormente por ocasião de “stress”, como nos traumas na cirurgia ou nas enfermidades, porfiria, hiperglicemia (aumento da glicose), diminuição da tolerância aos carboidratos, manifestação do diabete melito latente, aumento das necessidades de insulina ou de agentes hipoglicemiantes orais em diabéticos e hirsutismo (crescimento excessivo de pelos). Oftálmicos: catarata subcapsular posterior, aumento da pressão intraocular (dentro do olho), glaucoma e exoftalmia (olhos saltados). Metabólicos: balanço nitrogenado negativo devido a catabolismo proteico. Imunológicos: imunossupressão, reação anafilactoide e candidíase orofaríngea. Hematológico: diminuição da contagem de linfócitos e contagem anormal de monócitos. Cardiovasculares: ruptura do miocárdio após infarto recente do miocárdio. Outros: hipersensibilidade, tromboembolia, aumento de peso, aumento de apetite, náusea, mal-estar e soluços.

See also:  Quando Que O Corinthians Joga?

Durante a experiência pós-comercialização com dexametasona, foram observadas as seguintes reações adversas com incidência rara: agitação, alteração da visão, alucinação, bradicardia, boca seca, cãibra muscular, constipação, diarreia, dor abdominal, disgeusia (alteração paladar), dispepsia, disúria, dor na perna, edema facial, edema periférico, erupção medicamentosa, fadiga (cansaço), hipoglicemia, insônia, lactação diminuída, mialgia (dor muscular), palpitações, parestesia (formigamento), palidez, prurido generalizado, refluxo gastroesofágico, saturação de oxigênio diminuída, sede, sonolência, tremor e vômitos.

Pode tomar dexametasona por quanto tempo?

Desde setembro de 2020, a OMS recomenda fortemente o uso de dexametasona 6 mg por 7 a 10 dias por via oral para todos os pacientes com critérios de gravidade para Covid-19, definidos por: Saturação de oxigênio

O que é corticoide para que serve?

Os corticoides são substâncias utilizadas para reduzir inflamações ou atividade do sistema imunológico do corpo. Dessa forma, os efeitos do corticoide alteram a ação do hormônio cortisol, influenciando no funcionamento de células da pele, tecido gorduroso ou ossos.

  1. O uso do corticoide está relacionado a problemas de saúde como artrite reumatoide, asma, doença pulmonar obstrutiva crônica, síndrome do intestino irritável, e mesmo no tratamento de reações alérgicas graves ou anafiláticas.
  2. Os efeitos do corticoide podem ser leves, reversíveis e irreversíveis.
  3. Por esse motivo, é muito importante entender que o medicamento deve ser utilizado somente com prescrição médica, seguindo a orientação de um profissional.

A seguir, conheça mais sobre essa substância, sua indicação, riscos e efeitos do corticoide!

O que o corticoide faz no corpo do cachorro?

O prurido é considerado a apresentação mais comum de doença de pele no cão, Ele requer um controle imediato e efetivo para evitar autotraumatismo e o desenvolvimento de lesões inflamatórias crônicas. Embora os corticosteroides sejam medicamentos excelentes para controlar inflamação e prurido, eles possuem potenciais efeitos colaterais que podem ser graves quando utilizados por um período prolongado.

  1. No curto prazo, os principais efeitos adversos são a polidipsia e a poliuria, as quais podem ser intoleráveis para os tutores.
  2. Efeitos colaterais mais graves, incluindo o desenvolvimento de hiperadrenocorticismo iatrogênico, podem surgir com o uso prolongado.
  3. Os corticosteroides são mais úteis para uso no curto prazo para obter o rápido controle de prurido agudo no ciclo comichão-coçar.

Quando for necessário tratamento anti-prurítico prolongado, pode-se buscar alternativas aos corticosteroides para evitar os potenciais efeitos colaterais. Este trabalho explora as alternativas ao tratamento crônico com glicocorticoide, Antes de considerar o uso de qualquer medicamento anti-prurítico, é importante determinar a causa do prurido do paciente (p.ex.: raspagens de pele, dieta de eliminação etc.).

  • Muitas dermatoses pruríticas, incluindo infestações de ectoparasitas e supercrescimento/infecções microbianas, exigem o uso de curto prazo de agentes antipruríticos para evitar autotraumatismo, mas, por fim, respondem a medicamentos direcionados aos agentes etiológicos envolvidos.
  • Inversamente, dermatoses pruríticas incuráveis exigem que o clínico escolha medicamentos antipruríticos que sejam seguros e bem tolerados no longo prazo.
See also:  Onde Fica O Nepal?

Em cães, os três grupos mais comuns de doenças que causam prurido são a doença de pele parasitária, doenças de pele infecciosas e alergias (mais comumente dermatite atópica canina). Obviamente, existem diversas outras doenças de pele que podem causar prurido, por exemplo, o linfoma epiteliotrópico.

O que pode causar dermatite em cães?

O que é a dermatite canina? – A dermatite canina é uma infecção ou inflamação na pele dos cachorros, que pode causar coceira, vermelhidão, feridas e outros sintomas desagradáveis. Ela pode ser uma reação alérgica a algum elemento externo, como picadas de pulgas, ou resultar de uma alergia alimentar, infecção bacteriana ou período de estresse.

Para que serve a dexametasona em cães?

Detalhes do Produto O Dexagard é um anti-inflamatório oral a base de dexametasona indicado para cães e gatos. Composição: Dexametasona Indicação: É um potente anti-inflamatório esteroidal recomendado para todos os tipos de inflamações. Alivia a dor nas disfunções musculoesqueléticas, proporciona melhora no quadro de afecções alérgicas e pode ser utilizado complementando a ação da medicação antimicrobiana.

Para que serve Antirreumatico?

O objetivo da utilização do antirreumático é combater a ‘tempestade de citocina’, uma reação inflamatória descontrolada que surge nas formas mais graves de pneumonia por covid-19.

Qual é o melhor antialérgico para cachorro?

Alergia em cachorro: como tratar – Uma vez que existem diversas formas do animal adquirir dermatite, também existem várias formas de tratamento para curar a doença. Antes de iniciar as formas de tratamento e recomendar um remédio para a alergia do cachorro, o médico veterinário deverá realizar alguns exames para descobrir a causa da dermatite no cachorro.

Medicação : É possível a utilização de remédio para dermatite canina, como um antialérgico para cachorro e anti-inflamatório para cachorro. Entre os antialérgicos mais comuns receitados pelos médicos veterinários, estão o apoquel e o alergovet. Além disso, existem shampoos que possuem compostos que acalmam a irritação da pele e acabam diminuindo a inflamação no corpo do animal. O ato de dar banho no seu animal já pode ajudar bastante, pois o banho pode eliminar os agentes causadores da dermatite, como pulgas. O médico veterinário também pode indicar terapias antimicrobianas, antifúngicas e tratamentos de imunoterapia. Restrições Alimentares : Como a dieta do animal pode estar provocando o quadro de dermatite, é uma boa opção realizar algumas restrições de alimentos da rotina do cachorro. É importante entender que a alergia pode ser de algum alimento que o animal estava costumado a comer antes, porém com o tempo desenvolveu alergia. Converse com seu médico veterinário para conseguirem montar uma dieta ao seu cachorro, livre de alimentos que possam provocar alergias. Controle de pulgas e carrapatos : Como esses parasitas podem acabar provocando dermatite no animal, é importante você impedir o contato deles como o seu cachorro. Existem diversos produtos como shampoos, loções e até remédios caseiros para alergia em cachorros que você pode utilizar para eliminar esses parasitas do corpo do peludo e do ambiente que ele costuma frequentar.

Existem casos em que o cachorro possa ter dermatite atópica, Nessas situações a dermatite não tem cura, mas os sintomas ainda podem ser tratados com o cuidado frequente com loções e medicamentos ao seu animal, permitindo que ele continua com saúde e qualidade de vida.

Quando dar anti-inflamatório para cachorro?

O anti-inflamatório para cachorro normalmente é prescrito por médicos veterinários após procedimentos cirúrgicos, para doenças crônicas ou pontuais.